Arte com Papel

Quanto vale o seu artesanto?

dinheiro valor artesanato

 Já imaginou ganhar dinheiro enquanto faz artesanato? Qual o valor? Que tal R$ 50,00 ; R$ 300,00 ou R$ 637,00 extra por mês? Se você sempre se perguntou como você deve fazer para transformar seus produtos artesanais em dinheiro, leia com CUIDADO! Produtos artesanais tem se tornado cada vez mais desejados para serem presenteados ou para decorar a casa. E isso é bom para você que está lendo esse artigo que tem habilidades artesanais ou gostaria de desenvolver alguma.

 

Por que vender?

É MUITO comum ouvirmos sobre pessoas que estão ganhando dinheiro com seu próprio negócio de produtos artesanais em casa longe do estresse do trânsito, da correria do dia a dia e junto de seus filhos, netos , cães, gatos, papagaios etc. Com o artesanato é possível ter o próprio negocio ou ter uma renda extra mensal para ajudar nas despesas da casa.

artesanato

Fazer seu artesanato favorito é MUITO divertido, mas você precisa ter uma boa compreensão de quais os produtos tem capacidade de venda e como e onde serão vendidos. Todo tipo de artesanato pode se transformar em um negócio portanto que tenha demanda.

 

Qual a maneira mais fácil de saber se existe demanda?

Se você quer que eu lhe ajude, escreva, agora mesmo, em uma folha de papel ou em um arquivo Word no seu computados uma lista de todos os (ou pelo menos 5) produtos que você já criou. Depois de escrever circule os produtos que você acha que poderiam ser vendidos. Entre os produtos que você circulou escreva o valor que você acha que cada item poderia ser vendido. Isso é apenas uma análise preliminar baseado no que você sabe e no que você acha. Essas anotações poderão ser testadas futuramente de forma mais detalhada.

ATENÇÃO : Se você está constantemente ouvindo seus amigos, familiares ou conhecidos lhe dizendo que você deveria vender suas criações, talvez seja tempo de entrar no mundo de venda de produtos artesanais e transformar suas criações em dinheiro.

Onde vender?

Os locais são ilimitados…Existem inúmeros locais onde você pode pôr as suas criações para serem apreciadas por muitas pessoas e consequentemente vendidas como por exemplo: na Internet, em lojas (localizadas em sua cidade ou bairro) ou no seu ateliê onde você poderá vender suas peças e oferecer cursos periódicos para compartilhar o seu dom.

Opção 01: Venda na Internet

Já imaginou vender suas criações para o Paraná, Pernambuco, Bahia, São Paulo, Rio de janeiro, Amapá etc sem sair de casa? Uma ótima ideia é vender suas criações por meio de sites brasileiros específicos para produtos artesanais. A venda pela internet é o melhor meio para alcançar clientes ao redor de todo o planeta Terra. Irei compartilhar com vocês alguns dos meus preferidos: Elo7MercadoLivre etc. Todos eles são meios bem interessantes que lhe ajudam a expor e vender as suas criações sem sequer sair do sofá.

Opção 02: Venda em lojas

Vender em lojas, localizadas em seu bairro ou cidade, tem a vantagem de eliminar você no processo de gerenciamento das vendas e dos gastos com divulgação, mas em compensação, geralmente, as margens de lucro tende a ser menor. Ao procurar uma loja para expor e vender os seus produtos escolha lojas que trabalhem com produtos relacionados a artesanato. Um bom exemplo é vender em lojas que comercializam produtos para serem dados como presentes ou papelarias de maior porte isso possibilitará você vender suas criações com um valor mais alto. Dica: Ao vender seu produto em loja física de terceiros coloque junto ao seu produto uma etiqueta informando o seu contato (telefone e e mail), assim quem comprar o seu produto poderá entrar em contato diretamente com você para comprar mais das suas criações.  

Quanto cobrar pelo seu artesanato? Qual o valor?

Quanto você acha que vale as suas criações? O preço ($$) é um elemento estratégico para gerar vendas. Frequentemente os artesões subestimam o valor de suas criações esquecendo de levar em consideração o tempo, o material gasto para ser feito a peça e a margem de lucro desejada. receita calculo valor do artesanato *certifique que você levou em consideração o custo do material, o tempo de confecção e a margem de lucro. Uma peça com valor baixo passa a impressão de não ter qualidade, mas para realmente merecer um valor alto o artesanato tem que realmente possuir qualidade (material, acabamento, embalagem etc) e aparentar por meio de seus elementos formais (proporções, formas, texturas etc) esse valor. Existem 2 principais motivos para as pessoas não comprarem artesanato, um é quando o valor está muito MUITO alto e o segundo motivo é quando o valor está muito baixo. Saber dosar é o segredo. O valor cobrado está psicologicamente ligado a percepção de qualidade, quando escolhemos entre 2 produtos, que nunca compramos antes, geralmente damos preferência ao produto mais caro por acreditar que ele tem mais qualidade do que o outro com preço menor.

 

Conclusão:

É muito possível nos dias de hoje fazer dinheiro vendendo artesanato. Certifique-se de fazer suas pesquisas e seguir os seu planejamento mantendo as questões acima em mente. Uma vez que você tenha seu plano em mente, vá em frente. Mas lembre-se, como qualquer outras coisa, você ira receber em troca o que você irá por em esforço então faça valer o seu tempo.

Caso você não saiba o que vender, temos um video onde ensino como fazer cadernos artesanais, essa técnica é uma ideia ótima para fazer dinheiro e podem ser vendidos tanto pela internet quanto em papelarias, lojas de presentes ou até em padarias.

 

Você vende seu artesanato, gostaria de vender ou tem alguma dúvida, escreva abaixo:

 

Marcador de livro

 

 

Você gosta de ler? Ou conhece algum que goste?  Então já deve ter passado a terrível experiência de ler um livro em um dia e quando foi continuar a leitura no dia seguinte você não lembrava mais onde terminou e teve que gastar um tempo precioso folheando e lendo algumas páginas para poder achar o ponto exato.

O Mais chato é ter que sair passando o marcador de página de página em página para não se perder. 

Esse marcador é diferente! Não porque ele é artesanal e sim porque ele marca as páginas AUTOMATICAMENTE!

Isso mesmo, cada vez que você virar a página ele muda, sozinho, para marcar a página que você está lendo. Assim você nunca mais vai esquecer onde você parou.

Materiais:

-Papel durinho (cartolina, papel color plus, papel color set, papel 40 quilos etc);

-Cola bastão ou fita dupla face.

 

marcador artesanal de papel

 

 

Passo a passo:

Passo 01– Imprima o molde em uma impressora comum;

Passo 02-Transfira a marcação para um papel, da cor de sua preferência, e depois corte com um estilete ou tesoura respeitando as marcações;

Passo 03– Se você quiser que ele fique permanente no livro passe cola bastão na área indicada. Se você não quiser que ele fique permanente use fita dupla face;

Passo 04– Cole, um dos lados, na primeira folha do livro;

Passo 05– Cole, a outra extremidade, na última folha do livro;

Passo 06– Abra o livro na metade e dobre levemente o marcador no meio.

 

Com esse marcador artesanal você garante momentos de leitura prazerosos sem ter que ficar procurando uma tira de papel para colocar dentro do livro.

 

Quer aprender mais objetos artesanais? Assine nossa newsletter e receba em primeira mão as nossas novidades. Novas técnicas toda semana.

Queremos saber se você gostou, comente abaixo: