Arte com Papel

trabalho artesanal

O Que é Artesanato E A Sua Importância Na Cultura:

Compartilhe

Hoje eu trouxe para você um artigo muito interessante. Vamos falar sobre o nosso meio de trabalho, o artesanato.

A gente vai discutir sobre as diferentes facetas do artesanato e qual a sua importância não só para as famílias, que muitas vezes retiram dele o sustento, mas também da sua relevância para a cultura de um provo.

E vamos ainda falar um pouco sobre o artesanato brasileiro e sua variedade tão grande de estilos.

Se você gostou, continua lendo que eu tenho muita coisa legal para te mostrar!

O que é o artesanato?

Talvez o artesanato seja tão antigo quanto a própria humanidade. Ele é a forma pela qual o homem encontrou de se expressar artisticamente, mostrando sua cultura, sua religião e a história do seu povo.

Em uma procura rápida no dicionário Michaelis encontrei que artesanato é “a técnica do trabalho manual realizado por um artesão; método de trabalho do artesão que alia utilitarismo à arte”.

Isso é o artesanato, uma forma de expressão aonde ser artista principal, o artesão, cria objetos com suas próprias mãos e esses objetos serão utilizados de diversas formas por outras pessoas.

E o mais legal do artesanato é justamente sua exclusividade. Diferentemente de uma fábrica que vai produzir centenas de vasos exatamente iguais e sem nenhum significado por trás, o artesão nunca vai conseguir criar uma peça exatamente igual a outra. Sem falar que por trás daquela peça tem todo um sentimento de um artista.

Houve inclusive um tempo em que o artesanato não esteve tão valorizado, mas hoje em dia, cada vez mais ele ganha destaque no cenário nacional e internacional.

A verdade é que o artesanato é o retrato de um povo. Dependendo de uma foto de um trabalho manual que eu te mostre, na mesma hora você consegue me dizer da onde aquele artesanato é.

Quer experimentar?

Ao olhar a matrioska da primeira foto rapidamente associamos a Rússia não é mesmo? Já as caveiras são marca do artesanato mexicano.

Tudo isso serve para ilustrar o que eu falei anteriormente. O artesanato é a cara de um povo refletida através dos trabalhos manuais. E esses trabalhos podem ser meramente decorativos, ou até mesmo possuir funcionalidade.

E em tempos de crise, é cada vez maior o número de pessoas que buscam no artesanato uma forma de complementar a renda da família. Percebemos isso pela quantidade de coisa que achamos na internet que ensinam a fazer peças artesanais. Mas também tem gente que fez do artesanato sua profissão de vida.

O artesão:

O artesão é aquele que produz o artesanato, ele é o artista popular. E apesar de ser uma profissão bem antiga, ela só foi regulamentada no Brasil em 2015 (veja aqui a publicação oficial).

Graças a Lei do Artesão (Lei no 13.180), os profissionais da área passaram a estar amparados e com direito a diversos benefícios, como aposentadoria e auxílio-doença. Além disso, a lei visa incentivar esse profissional que é tão importante para nossa cultura, economia e, principalmente, para o turismo.

Sem dúvidas essa lei representou um ganho no reconhecimento da profissão do artesão.

E eu considero que o artesão possui até algumas vantagens em relação aos outros trabalhadores, pois ele possui mais liberdade de trabalhar em casa, em oficinas e com os mais diversos tipos de materiais que existem.

Assim como uma peça nunca sai igual a outra, um dia de trabalho do artesão nunca é igual ao outro.

E não pense que os artesão estão parados no tempo não viu? Assim como médicos, professores e outros profissionais buscam aperfeiçoamento constante, também os artesãos estão sempre indo a workshops e feiras de artesanato.

Inclusive aqui no Arte com Papel você encontra um calendário com as feiras que acontecem ao longo do ano e os locais. Vale a pena conferir.

O artesanato ajudando na economia do país:

O artesanato ajuda a movimentar a economia do país de diversas formas. Em algumas cidades, por exemplo, temos feirinhas de artesanato vendendo pulseiras, colares, panos de prato bordado, entre outras coisas. Essas feirinhas movimentam dinheiro localmente, principalmente em datas especiais.

Além disso, o artesanato também está muito atrelado ao turismo. Conta para mim qual foi a última vez que você viajou para um novo lugar e não trouxe uma lembrancinha sequer?

Pois bem, geralmente quando viajamos, nos pontos turísticos encontramos lojas de artesanatos ou até mesmo visitamos as feiras de artesanato locais e compramos peças para trazer de recordação e dar de presente a parentes e amigos.

Isso, além de ajudar a divulgar o trabalho artesanal, também movimenta e muito a economia, ajudando bastante aquele local que estamos conhecendo (não podemos esquecer que algumas cidades vivem essencialmente do turismo).

É sempre bom incentivar a cultura local, então quando for viajar, não deixe de conhecer o trabalho dos artesãos locais e a incentivar o trabalho deles comprando peças.

O artesanato brasileiro:

Foto: bobscruises

Nosso país possui dimensões continentais, não é mesmo? E cada região tem características únicas de cultura, culinária e tradições. E é claro que o mesmo acontece com o artesanato.

As diferentes regiões do Brasil apresentam tipo de artesanato característicos, mas todos são belíssimos e vale a pena conhecer um pouco de cada um deles. Uma ótima oportunidade de conhecer toda essa variedade é visitando feiras de artesanato, pois geralmente elas reúnem artesãos de todos os Estados do Brasil. E se você tiver a oportunidade de visitar feiras em Estados diferentes do seu.

Vamos então conhecer um pouco do artesanato de cada região do Brasil:

Região Norte:

A região Norte do Brasil é marcada principalmente pela Amazônia e pela influência indígena. Essa influência vai se refletir também no artesanato.

Nessa região teremos a presença forte de um artesanato que utiliza as técnicas de marchetaria, a cerâmica marajoara, o uso do capim dourado e da palha, bem como a ênfase nos acessórios indígenas.

O legal é que todos esses itens que eu citei que são muito usados no artesanato da região Norte estão muito ligados à terra, pois o índio tem muito desse contato com a natureza.

São trabalhos lindíssimos que valem a pena serem conhecidos.

Região Nordeste:

Ah o Nordeste! Essa região é marcada pelas suas belíssimas praias, pelo sol e pelo tempo bom a maior parte do ano.

Talvez essa seja uma das regiões que mais produz artesanato e que possui a maior variedade de peças artesanais do Brasil.

O mais interessante é que temos muita variedade de peças, como por exemplo os produtos feitos em argila, as rendas que são famosas no mundo inteiro, as garrafas com areia colorida dentro, os artesanatos produzidos a partir da fibra do buriti e do babaçu. E não podemos esquecer das carrancas que servem para espantar os maus espíritos.

Foto: bobscruises

É tanta variedade e beleza que ficamos impressionados com o artesanato nordestino.

Região Sudeste:

Assim como no Nordeste, o artesanato da região Sudeste também é bastante diversificado.

Nessa região encontramos muitas peças produzidas com pedra sabão, com barro, em ferro e madeira. As colchas e tapetes produzidos nos teares manuais em Minas Gerais deixam todos os turistas encantados. E as namoradeiras são uma marca que relembram o passado, quando as mulheres esperavam seus namorados nas janelas de casa.

Região Centro-Oeste:

O artesanato dessa região do Brasil também foi bastante influenciado pela cultura indígena.

Além da cerâmica e das chamadas bio joias (feitas com produtos da terra) o artesanato local procura muito exaltar o pantanal, que é a o bioma predominante da região. Além disso, temos um instrumento que é feito lá e é totalmente artesanal, a viola de cocho.

Região Sul:

Essa região do Brasil sofreu bastante a influência da colonização alemã e italiana e isso, com certeza se reflete no artesanato local.

No Sul temos muito artesanato produzido em madeira, além da presença da cerâmica e da porcelana. Além disso, o artesanato em couro e das peles de ovelha também é muito forte devido à influência da cultura dos pampas.

E não tem como visitar o Sul e não voltar para casa sem uma cuia de chimarrão. Acho que esse é o artesanato mais icônico da região e está presente em praticamente todas as casas da região Sul.

Foto: needpix

Tá vendo como o Brasil é diverso? Tanta cultura e tantas tradições presentes no artesanato de cada região, que só reforça a ideai inicial do artesanato como uma espécie de retrato de um país.

Bom, hoje conversamos sobre o que é o artesanato, sua importância na vida de muita gente, principalmente do artesão, e ainda fizemos uma viagem rápida pelas principais características do artesanato no Brasil.

Mesmo ele tendo sido mais valorizado de uns tempos para cá, é preciso que a gente trabalhe ainda mais para dar visibilidade a essa forma de expressão cultural e a esse que é o trabalho escolhido por milhares de pessoas como trabalho de uma vida.

Conheça o artesanato da sua região e do seu país, experimente novas técnicas, troque experiências com outros artesãos e vamos valorizar aquilo que temos de melhor: nossa gente, nossa cultura e nosso artesanato.

Até a próxima!

Deixe um comentário