Arte com Papel

lettering com caneta preta

Saiba tudo e mais um pouco sobre lettering

Compartilhe

Leterring….Concurseiros que fazem mapas mentais provavelmente saberão do que eu estou falando logo de cara e talvez até você já conheça ou tenha feito, porém nunca ouviu falar nesse nome.

Hoje em dia a moda é apresentar trabalhos escolares em apresentações do Power Point ou no Prezi. Elas vêm cheias de detalhes, figuras, fontes diferentes e animações que deixa o trabalho todo high tech.

Mas nós bem sabemos que quando estávamos na escola, sem computadores naquela época, isso não era possível, então entravam em cena cartazes com xerox de fotos e títulos que tentávamos fazer com a letra mais bonita possível.

E é justamente essa “letra bonita” que evoluiu, se reinventou e voltou com tudo hoje em dia com o nome de lettering e está caindo nas graças de muita gente novamente. E não pense que essa técnica é coisa de amadores não, muitos designers trabalham exclusivamente com ela e produzem diversos projetos para marcas usando o lettering.

No artigo de hoje vamos aprender o que é o lettering e diferentes formas de fazê-lo, para deixar nosso trabalho, resumo ou apresentação com outra cara.

Preparada? Então vamos lá!

Mas afinal, o que lettering?

Aposto que você está se perguntando o que raios é esse tal de lettering eu você nunca ouviu falar. Vamos com calma que eu já vou te explicar como funciona essa técnica direitinho.

Podemos dizer que lettering é a arte de desenhar letras. Diferente da tipografia onde usamos letras pré-estabelecidas, como acontece no Word por exemplo, o lettering é uma criação gráfica única e possui um objetivo específico.

Podemos usar o lettering em diversas situações, como por exemplo na criação de uma logo, elaboração de mapas mentais, de apresentações, entre outras.

Mais do que uma simples caligrafia, o lettering é um trabalho de design e inclusive profissionais que trabalham com essa arte não usam a mesma criação em dois trabalhos diferentes, pois ele carrega a identidade daquele projeto.

E diferentemente da caligrafia, que busca a forma das letras todas perfeitinhas, o lettering não está tão preocupado com isso. O resultado final pode conter inclusive algumas imperfeições, até porque muitas vezes essas imperfeições são resultado das ideias que o criador teve para o trabalho.

Já deu para perceber que o lettering não é só desenhar letrinhas bonitas. Para muita gente que vive desse tipo de trabalho é uma coisa bem séria e comprometida, pois envolve todo um trabalho de criação e produção de conteúdo único para cada cliente que contrata os serviços.

Como fazer lettering:

Opa! Se você acha que é só se sentar, pegar um papel e já começar a fazer as letras no lettering você está enganado. O ideal seria receber orientações ou um curso de um profissional de design, mas como sabemos que isso pode sair meio caro, existem tutoriais no YouTube que podem ser de grande ajuda para te ensinar a fazer diversos trabalhos.

Eu separei aqui algumas dicas bem legais para você que está interessado em fazer lettering, dá uma olhada:

Tenha bons materiais:

Para qualquer tipo de trabalho manual que a gente faça, é sempre importante que tenhamos bons materiais, mas óbvio que você não precisa gastar nenhuma fortuna com materiais caros, principalmente se você não for viver disso.

Para o lettering é legal que você tenha bons lápis, lápis de cor, canetas e canetinhas. Entre os lápis tenha variedades dos mais claros aos mais escuros, com as canetas, prefira aquelas de ponta fina tipo Stabilo.

Já com as canetinhas, meu conselho é que você procure por aquelas com ponta pincel, pois elas te permitem fazer traços mais finos ou mais grossos e fica bem legal no final. Algumas pessoas também usam marca texto por causa dos tons neons.

Outra coisa que também é importante é o tipo de papel que você vai usar. O papel A4 comum até serve, mas tendo em vista que você irá utilizar canetinhas, entre outros materiais, pode acabar acontecendo um rasgo no papel se ele ficar molhado demais, ou também ficar enrugado.

Pensando nisso e querendo evitar algum acidente, te aconselho a comprar papeis com uma gramatura mais dura, como o papel canson. Ele é um papel mais duro e mais grosso e vai evitar que seu trabalho fique muito molhado por causa das tintas das canetinhas.

Algumas pessoas também usam papel cartão colorido dependendo do trabalho que elas vão desenvolver com o lettering, aí fica à sua escolha.

Comece praticando:

Você já ouviu falar que a prática leva a perfeição? Pois bem, pode ser que as suas primeiras tentativas de lettering fiquem meio esquisitas, mas se você praticar um pouco a cada dia seu trabalho vai melhorando aos poucos.

Uma dica bem legal é praticar alguns traços e letras como se você estivesse fazendo um caderno de caligrafia, assim você vai pegando o jeito do lettering e logo não precisará mais treinar.

Fonte: Creativelive

Depois de praticar bastante aí então é chegada a hora de começar a fazer o seu lettering de fato!

Hora de colocar a mão na massa com frases e letras:

Bom, a essa altura você já comprou os materiais necessários, já praticou e está doido para começar a fazer diferentes desenhos de letras, não é mesmo?

E que tal começar agora?

Então se liga nesse passo a passo:

  1. Primeiro, separe seus materiais e pense em algumas palavras pequenas para você fazer pela primeira vez, como por exemplo o seu nome.
  2. Segundo, utilize um lápis mais claro para fazer o esboço (nas primeiras vezes esse passo será necessário, mas depois com o tempo você verá que nem vai mais precisar esboçar primeiro).
  3. Terceiro, observe se no esboço as letras possuem um espaço regular entre elas e se as letras não estão destoando muito umas das outras.
  4. Quarto, agora é a hora de colocar cor na sua palavra. Porém, se você quiser apenas trabalhar com preto e branco fique à vontade, afinal de contas o mais legal do lettering é a diversidade e poder fazer do jeito que mais nos agrada.

DICA: Treine colocar a cor em seu desenho algumas vezes para você ir aperfeiçoando suas técnicas de acabamento e aproveite para usar letras de forma, letras cursivas, em 3D, enfim, existem infinitas possibilidades de se fazer lettering.

Na internet você encontra um monte de sugestões de fontes de lettering, mas você quer um conselho especial aqui do Arte com Papel, esqueça todos esses modelos e moldes. Para que se prender a eles se o legal do lettering é justamente deixar a imaginação rolar?

Use e abuse da sua criatividade, você pode até usar esses modelos e o trabalho de outras pessoas como inspiração achados no Pinterest, mas o legal é criar seus próprios modelos e quem sabe até fazer uma pastinha só sua com as suas ideias de fontes, assim você pode sempre consultar letras que você já fez e se inspirar.

Faça seus próprios trabalhos com lettering:

Fonte: Elo7

Depois de praticar bastante eu já tenho certeza de que você vai ficar um craque no lettering de dar inveja a qualquer designer experiente.

Agora é a hora de produzir seus próprios trabalhos para valer. Se você está estudando para a escola, faculdade ou concursos públicos, utilize o lettering para construir mapas mentais bem diferentes.

Os mapas mentais são uma ótima ferramenta de estudo e com um título em destaque usando a técnica do lettering vão ficar ainda mais bonito. Tem gente que inclusive produz esses mapas, depois passa para o computador e vende nas redes sociais e acredite se quiser, bastante gente compra esse tipo de material.

Se você for ainda aluno de escola, tenho certeza de que com o lettering seus trabalhos nunca mais serão os mesmo e receberão muito elogios.

Outra dica legal para quem quer investir no lettering como uma forma de negócio, é produzir alguns trabalhos que envolvam a técnica, como quadros motivacionais, cadernos, agendas, planners e até adesivos para colar na parede.

Para quem trabalha com madeira por exemplo, se você possui um marceneiro de confiança e que tenha máquina de cortar MDF à laser, outra sugestão legal de peça é escrever palavras ou frases usando lettering, depois fazer o molde e levar na marcenaria para que seja cortado. Depois você pode pintar e decorar do jeito que achar melhor e vender como enfeite ou até mesmo decoração para festas.

Fonte: Elo7

Bom minha gente, hoje vocês puderam conhecer um pouco mais sobre a arte de desenhar letras, conhecida como lettering. Diferentemente de outras formas de caligrafia e tipografia, o lettering te permite criar uma infinidade de trabalhos diferentes com toda a liberdade do mundo.

Você viu que com os materiais certo (sem precisar serem caros), com pesquisa de ideias e com prática é possível até se tornar um profissional de lettering. Com o tempo você será capaz de produzir os mais variados tipos de trabalhos usando essa técnica, que se torna cada vez mais popular, que é o lettering.

Deixe sua imaginação fluir e faça lindos trabalhos usando essa técnica super criativa.

Hora de pôr a mão na massa!

Até a próxima! Se você tem algo a acrescenter ou contribuir deixa um comentário abaixo e não deixe de ver nosso artigo sobre string art

Arte Com Papel: Acreditamos Que Com Arte o Mundo Pode Ficar Ainda Melhor. Por Isso Compartilhamos Ideias Simples Que Podem Ser Feitas Em Sua Casa.

1 comentário em “Saiba tudo e mais um pouco sobre lettering”

Deixe um comentário