Arte com Papel

Compartilhe
  • 532
  •  
  • 50
  •  
  •  
  •  
  •  
    582
    Shares

Como fazer tinta? Certamente as cores têm poder e podem ser responsáveis por criar ambientes mais alegres, divertidos ou até mesmo mais sóbrios.

Se você quer trazer um pouco de cor para os seus ambientes, hoje vou ensinar como fazer aí mesmo na sua casa.

Além de servirem para pintar ambientes, a tinta também é muito utilizada em diversos tipos de artesanato, bem como pode ser utilizada como brincadeira pelos pequenos.

Quer aprender a fazer diferentes tipos de tinta aí na sua casa? Então continua lendo que eu já vou te explicar.

Disclaimer: Esse post é de caráter educativo, a tinta caseira não pode substituir a tinta industrial já que empregam rigor cientifico na produção resultando em tintas com durabilidade, características e qualidades individuais. Além disso são desenvolvidas para aplicações especificas. Apesar de possuírem características visuais semelhantes, as técnicas ensinadas abaixo não apresentam a mesma qualidade. Você é livre para escolher o tipo de tinta que vai utilizar em seus projetos, mas tenha isso em mente ao fazer o seu.

Como fazer tinta acrílica:

Primeiramente, vou te ensinar a fazer tinta acrílica. A vantagem é que esse tipo de tinta é bem versátil e vamos poder usá-la tanto na parede quanto no nosso artesanato. Você vai ver que é mais fácil do que parece e iremos utilizar poucos materiais.

No entanto, antes de criar a tinta propriamente dita, vamos precisar criar a sua base, no caso um verniz.

Vamos então aos materiais utilizados para fazer o verniz:

  • Cola Branca
  • Óleo de cozinha

O passo a passo é bem simples, basta misturar bem o óleo de cozinha e o verniz sempre na proporção 2 para 1. Ou seja, para cada duas medidas de cola, você deverá acrescentar 1 de óleo. Se precisar de mais é só ir multiplicando.

Em seguida, é só deixar o verniz descansar por cerca de 1 hora ou mais. O bom é que esse verniz pode ser usado em diferentes superfícies.

Materiais para fazer a tinta acrílica:

  • Verniz que você fez
  • Corante líquido na cor desejada

Passo a passo:

  1. Primeiramente, separe a quantidade de verniz que você deseja em um pote.
  2. Em seguida, coloque o corante no verniz. Lembre-se que quanto mais viva você quiser a cor mais corante deverá colocar (geralmente algumas gostas são suficientes).

Depois de pronto é só aplicar a tinta na superfície que você quer, seja nas paredes, seja nos seus artesanatos. O interessante é que mesmo depois de seco você consegue um efeito bem brilhante na superfície que você pintou.

Dica Importante: Já que estamos falando de mistura de cor para fazer a tinta acrílica, eu tenho uma dica importante – faça a quantidade de tinta mais ou menos certa que você vai precisar (deixando sempre uma margem para mais), pois talvez você não consiga fazer depois a mesma tonalidade, mesmo que você anote a quantidade certa de cada material.

Vale lembrar que essa tinta acrílica pode ser usada tanto em ambientes internos quanto externos, bem como pode ser armazenada sem problemas.

Para fazer com os pequenos:

Sem dúvida crianças adoram trabalhar com tinta e nas escolas quando esse material é utilizado é sempre uma festa!

E que tal aproveitar esses tempos de quarentena em grande parte do Brasil para criar com eles diferentes tintas coloridas para eles brincarem sem nem sentir o tempo passar (até porque sabemos que é difícil mantê-los dentro de casa por muito tempo). Veja outras ideias do que fazer com as crianças aqui.

Somado a isso, a pintura é ótima para ajudar no desenvolvimento da criança, principalmente no desenvolvimento da criatividade e da coordenação motora fina. Sem falar que eles adoram passar um tempo com os pais!

Para fazer a tinta dos pequenos vamos precisar dos seguintes materiais:

  • 2 colheres de açúcar
  • Meia colher pequena de sal
  • Meia xícara de amido de milho
  • 2 xícaras de água
  • Corantes nas cores que vocês quiserem (se quiser pode usar até o comestível por ser mais seguro se eles levarem à boca)

Passo a passo:

  1. Em primeiro lugar, coloque o amido de milho em uma panela e vá acrescentando a água aos poucos e mexendo sempre.
  2. Em segundo lugar, acrescente o açúcar e o sal e em seguida leve ao fogo baixo e siga mexendo até que o caldo engrosse.
  3. Por fim, depois que a mistura tiver mais homogênea e com aspecto de tinta guache, separe-a em potinhos menores e misture o corante que deseja até obter a cor ideal.

Lembre-se de esperar esfriar para poder usar. Depois que a tinta já estiver boa basta entregar na mão dos pequenos e deixar eles se divertirem a valer!

E pode ficar tranquilo pois essa tinta não causa alergia, a menos que a criança seja alérgica a amido de milho, por exemplo. Se ela não possuir nenhum tipo de alergia, essa tinta pode ser inclusive usada para pintar o rosto das crianças.

Com certeza vocês terão diversão para toda uma tarde!

Brilhando no escuro com tinta neon:

Olha que legal essa tinta neon! Ela faz muito sucesso, principalmente em festas onde se usa a luz negra, pois só assim conseguimos vê-la bem.

E você sabia que podemos fazer esse tipo de tinta em casa? Pois é justamente o que eu vou te ensinar agora.

Dá uma olhada nos materiais que vamos precisar:

  • Pó fosforescente ou pó fotoluminescente branco (você consegue encontrar esse tipo de pó na internet ou em lojas de artesanato)
  • Creme hidratante (se for usar a tinta no corpo) ou gel de cabelo transparente (se for usar a tinta no cabelo)
  • Corante

O passo a passo também é bem simples aqui. Vamos misturar todos os ingredientes em um potinho. Se você quiser fazer cores diferentes a minha dica é pegar uma paleta de maquiagem velha, limpar ela e separar as cores em cada espaço.

Quanto mais neon você quiser, mais pó neon você deve adicionar à sua mistura. Depois de pronto é só desligar as luzes e ligar a luz negra para ver o efeito.

Esse tipo de tinta fica muito legal de ser usado em festas de aniversário de adolescentes. Faça uma espécie de balada para eles e deixe disponível a tinta neon e aquelas pulseiras neon que brilham no escuro. Eles vão adorar!

Tinta dourada e prateada:

Foto: Freepick

A tinta dourada vai trazer um aspecto mais chique para um peça e ajuda a fazer detalhes também. Sendo assim, vamos aprender a fazê-la.

Materiais necessários:

  • Álcool (42, 78 ou92%)
  • Cola para isopor
  • Purpurina ou pó metálico

Dica: Cuidado para não confundir purpurina com glitter. O glitter não funciona nessa receita, ok?

Passo a passo:

  1. Em primeiro lugar, coloque em um pote uma medida de cola para isopor e uma medida de álcool e misture bem.
  2. Em seguida coloque a purpurina (quanto mais você colocar, mais dourado vai ficar) e misture bem.

Viu como é fácil? Depois é só aplicar onde você quer!

Ah! E antes que eu esqueça, do mesmo jeito que você fez a tinta dourada, também dá para fazer tinta prateada. A única diferença será a cor da purpurina ou do pó metálico.

Bônus: Como obter cores diferentes misturando tintas

Certas cores de pigmentos, como o marrom e o roxo, são mais difíceis de se encontrar mesmo no corante, mas nem por isso não vamos usar aquela determinada cor.

Para te ajudar, resolvi resgatar uma coisa que aprendemos lá atrás quando ainda estávamos no ensino fundamental e que vira e mexe a gente esquece. Vamos relembrar quais as misturas de cores para obter determinados tons específicos de tinta.

Vamos lá!

Cores primárias:

Antes de mais nada vamos relembrar quais são as cores primárias, pois a partir delas vamos conseguir fazer várias outras, as chamadas cores secundárias.

As cores primárias são vermelho, azul e amarelo. Gostaria também de já falar do branco e do preto, já que com elas poderemos fazer tons mais claros ou mais escuros de uma tinta.

Cores secundárias:

As cores secundárias são formadas a partir da junção de duas cores primárias. Separei um esquema para você ver quais as combinações.

Da mistura do azul com o amarelo temos o verde.

Do azul com o vermelho vamos obter o roxo.

Por fim, misturando o amarelo e o vermelho conseguimos fazer o laranja.

Cores terciárias:

Por sua vez, as cores terciárias serão a mistura das cores secundárias e primárias. Dá uma olhada na figura abaixo para você ver quais as combinações possíveis.

Viu como você consegue fazer diferentes cores apenas misturando tintas básicas? Você não precisa comprar um monte de corantes para fazer suas tintas, basta misturar os que você já tem sabiamente. Talvez você consiga até fazer um tom que não encontraria no mercado.

Porém, não sei se você reparou a ausência do marrom aí nessas combinações que eu te mostrei. O marrom é um pigmento mais complicado de fazer, mas não é difícil.

Para fazer o marrom primeiro vamos misturar o vermelho e o amarelo, que dará laranja. Em seguida, vamos acrescentar aos poucos o azul para dar o tom que queremos. Se você quer um marrom mais escuro acrescente mais azul e por aí vai.

Chegamos ao final de mais um post e hoje você aprendeu a fazer tintas usando diferentes materiais. Inclusive algumas delas podem ser usadas até em ambientes externos.

Também aprendemos a fazer uma tinta perfeita para a criançada brincar nesses tempos de quarentena e muito mais.

Agora é hora de colocar em prática o que você aprendeu hoje e fazer suas próprias tintas. E não esqueça das dicas de como misturar as cores para obter tons diferentes de tintas.

Até a próxima!

Veja também:
Artesanato para criança
Estilo escandinavo

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Arte com papel

Arte com papel

Arte Com Papel: Acreditamos Que Com Arte o Mundo Pode Ficar Ainda Melhor. Por Isso Compartilhamos Ideias Simples Que Podem Ser Feitas Em Sua Casa.

Leave a Comment

Artigos Recentes
Receba Novidades Por Email
Seu e-mail estará protegido
Redes Sociais