Arte com Papel

pecas artesanais para vender

Ganhar Renda Extra Com Artesanato: Primeiros Passos Antes do Sucesso

Quando você faz ou ama artesanato é muito comum passar pela cabeça em utilizá-lo como fonte de renda. Mesmo as pessoas que já têm outra profissão muitas vezes fazem artesanato como hobby ou atividade terapêutica e podem aproveitar para vender suas peças artesanais.

Existem muitas histórias de pessoas que começaram fazendo artesanato como uma atividade cotidiana paralela, apenas por prazer, e no fim, passaram a trabalhar com artesanato e tornaram a atividade em uma fonte principal de renda.

Há também as pessoas que fazem artesanato e sonham torná-lo em uma atividade lucrativa, porém, ainda não conseguiram realizar este sonho. Afinal, exige muita pesquisa, conhecimento e aplicação deste conhecimento para conseguir tornar o fazer artesanato em sua profissão.

Para vender suas peças artesanais, vale a pena investir energia e tempo. A satisfação em fazer algo que você ama é fundamental para uma vida mais plena e feliz. Portanto, qualquer esforço acaba sendo muito bem recompensado.

Este artigo é para quem deseja vender suas peças artesanais. Seja para ganhar uma renda extra ou seja para quem tem a meta de transformar a atividade em profissão e fonte principal de renda. Dessa forma, veja a seguir nossas dicas para você que está começando e quer dar os primeiros passos antes de atingir o sucesso!

Pesquise

O primeiro passo que não deve ser esquecido antes de profissionalizar uma atividade é fazer pesquisas para conseguir definir quais são as suas opções para produzir suas peças. Pesquise quais técnicas pode utilizar, quais tipos de artesanatos vendem mais, estas primeiras pesquisas são essenciais para que você escolha com bastante clareza como será o seu negócio.

É importante começar o trabalho com todos os aspectos bem definidos, assim, as chances de você errar na escolha ou se arrepender ficam menores. A ideia é que você consiga ter em mente de forma bastante clara quais são suas paixões dentro da área de artesanato, quais técnicas você domina e como pretende apresentar sua produção para as pessoas.

Certifique-se Sobre Seu Conhecimento

Após realizar as pesquisas iniciais é a hora de definir se você tem o conhecimento e as técnicas necessárias para realizar um ótimo trabalho. Tenha em mente que as peças artesanais precisam ser muito bem feitas e você precisa sempre se aperfeiçoar e se atualizar.

Pense sobre o artesanato que você produz e tente chegar em uma conclusão sobre quais aspectos podem melhorar e quais você já executa com perfeição. Pegue as técnicas que você domina menos e procure cursos para se aperfeiçoar. Caso descubra alguma técnica nova que não sabe fazer e que você considera importante aprender, pode ser interessante fazer um curso sobre ela.

Se você for uma pessoa mais autoditada aproveite para pesquisar na internet passo a passo e tutoriais. Assim, você pode aprender sem sair de casa e sem custos prévios. No entanto, saiba que todo valor empregado em cursos pagos também trazem ótimos resultados e você não deve ter dó em investir quando necessário.

Atualize-se

Além de ter certeza sobre as técnicas que você domina e aperfeiçoar as técnicas que você sabe menos, você precisa atualizar-se sobre as referências que estão bombando. Dessa forma, você consegue suprir a demanda e agradar os seus clientes.

Você pode estar pensando que o trabalho é muito árduo, porém, tenha consciência que se você for uma pessoa apaixonada por artesanato desempenhará as suas funções com muita facilidade. Muitas vezes o processo de atualização consiste apenas em estar em contato com pessoas da área e lendo artigos sobre artesanato. Então, mantenha a calma e siga os passos que tudo fluirá naturalmente!

Defina Seus Produtos

Uma vez que você já tiver pesquisado e atualizado-se sobre seus conhecimentos você já está apto para definir por quais produtos pretende começar. Muitas vezes definir um foco contribui bastante para o sucesso, portanto, tente definir um nicho de atuação (Leia mais aqui sobre nicho).

Caso você esteja com dificuldade em escolher apenas um nicho, pode sim experimentar vender alguns tipos diferentes de produtos feitos com técnicas diferentes. Porém, procure ir definindo aos poucos quais são suas técnicas e produtos preferidos para poder focar neles.

É importante que você especifique alguns aspectos como quais são as necessidades dos clientes, quais vontades você tem que funcionam como motivação para você produzir e quais pessoas você deseja atingir para serem seus futuros clientes. Estes fatores podem te ajudar a escolher seus produtos e nicho de atuação.

Estabeleça Seu Ponto de Vendas e Planeje-se

Após definir quais produtos você vai comercializar é importante estabelecer quais serão seus pontos de venda. Muitas pessoas erram ao não fazerem esta decisão. Uma coisa muito importante que você precisa ter em mente é que vender apenas para familiares, amigos e conhecidos nem sempre é o suficiente para pagar as contas. Sendo assim, você precisará facilitar o acesso dos possíveis clientes até seus artesanatos.

Como fazer isso? você pode utilizar a internet (veja aqui como usar o WhatsApp para vender suas peças) e criar uma loja online ou utilizar uma loja marketplace em que você expõe seus trabalhos online junto com outros artesãos. Estas lojas são bastante conhecidas, temos alguns exemplos para você começar como o site Elo7.

Além das lojas virtuais você pode traçar planos para vendas físicas. Veja em quais feirinhas de artesanatos, eventos ou lojas você pode expor seus trabalhos. Depois que você fez estas definições está mais do que pronto para colocar em prática suas habilidades e partir para as vendas e para o sucesso!

Marketing Para Artesanato: Como Manter Relacionamento Duradouro Com Seus Clientes

 

Você provavelmente já escutou alguém falar que a propaganda é a alma do negócio, não é mesmo? E por mais que não seja um fator isolado, ou seja, que seu negócio para funcionar depende de vários aspectos. Esta frase é sim bem verdadeira.

Para você se dar bem fazendo artesanato precisa amar o que faz. É importante que consiga produzir e executar as técnicas com excelência para que suas peças por si só já funcionem como propaganda positiva.

Porém, o mais importante de tudo que está em jogo é a opinião de seus clientes. São eles que garantem suas vendas, sem eles qualquer negócio fica vazio e fadado ao fracasso.

Sendo assim, deixar seus clientes satisfeitos e felizes é fundamental! Esta é a verdadeira alma do negócio, pois até mesmo as propagandas são direcionadas para eles, e na maioria das vezes são os clientes que contribuem fazendo a propaganda boca-a-boca.

Tão importante quanto fidelizar e manter aqueles que já são seus clientes, é conquistar novos clientes. É essencial para a expansão do seu trabalho ter cada vez mais pessoas comprando seus produtos.

Dessa forma, como fazer para garantir cada vez mais clientes? E como manter seus clientes sendo fiéis em um relacionamento duradouro com você?  Neste artigo daremos as dicas necessárias para garantir seu sucesso. Confira!

Esteja Em Evidência

Para que você consiga manter os bons clientes e criar novos, é muito importante que você esteja presente na vida deles. Seja pessoalmente ou virtualmente, não deixe que eles esqueçam de você nem que deixem de ouvir falar sobre o seu artesanato.

Existem muitos meios para estar em evidência e você deve estar em todos eles. No mundo virtual faça tudo o que for de direito, esteja em todas as mídias sociais e continue alimentando todas com conteúdo.

No âmbito pessoal, esteja presente nas feiras e eventos de artesanato. Exponha seus trabalhos o máximo que puder e não se feche em seu mundo interior. Converse com todos e relacione-se com as pessoas que fazem o artesanato continuar vivendo.

Seguindo estes primeiros passos você já aumenta as possibilidades de seu trabalho estar em evidência. E o reconhecimento pela qualidade de seu trabalho é tão satisfatório que compensa todo o esforço despendido.

Mídias Sociais, Blogs e Sites

Estamos em pleno século XXI, a famosa era digital, então mesmo que você seja uma pessoa mais analógica,  procure adaptar-se aos meios digitais.

Mesmo que você não seja responsável por fazer estas mediações pela internet, saiba que elas são fundamentais. Então, se for o caso, contrate profissionais especializados para ajudar você. Fotógrafos para ajudar na divulgação das peças e geradores de conteúdo para alimentar suas redes digitais.

Caso você goste e queira ser a pessoa responsável pela exposição do seu trabalho na internet, lembre-se de fazer um trabalho com qualidade. Tire boas fotos de suas peças e escreva bastante conteúdo sobre artesanato.

Crie perfis da sua marca de artesanato, ou em seu nome, em Redes Sociais como Twitter, Facebook, Instagram e Pinterest. Siga as marcas e pessoas influentes na área de artesanato. E não deixe de fazer posts e utilizar estratégias de marketing digital para fazer seu negócio decolar.

Lembre-se de entrar nos grupos de artesanato do Facebook e participar ativamente. Divulgue seu trabalho com afinco, pois assim os clientes chegarão até você e permanecerão ao seu lado.

Também é recomendado que você crie seu próprio site e blog. Pode ser até mesmo um site com uma página só, apenas agrupando todos os links de seus perfis nas redes sociais e seus meios de contato.

Além disso, para criar seu blog existem muitas ferramentas online e plataformas que auxiliam você. É o caso do WordPress, em que você consegue montar com facilidade seu site ou blog. Existem muitos tutoriais para ajudar você a criá-los, mas lembre-se que se o resultado não ficar lindo, você deve contratar um profissional para te ajudar.

Marketing Digital Para Artesanato

A Internet possibilita não só a divulgação das suas peças, nem apenas o contato com o cliente. Mas sim, fornece muita informação que é essencial para um negócio de sucesso. Entramos no que é conhecido como marketing digital.

Para utilizar o marketing digital para artesanato você deve saber que ele é um trabalho de pesquisa e investigação. Através dele você consegue analisar os perfis de seus clientes e saber quais são seus problemas e desejos.

Com estas informações em mãos, você pode ser a responsável pela solução dos problemas e realização dos desejos de seus clientes. Então, esteja em contato com seus clientes e utilize o marketing digital para garantir a satisfação deles.

Além disso, o marketing digital te ajuda a alcançar novos clientes. Através dele você consegue saber com quem entrar em contato, qual o contexto social e econômico em que as pessoas que são interessantes para você estão inseridas. Dessa forma, você atinge mais pessoas que podem tornar-se suas novas clientes.

Fidelize Seus Clientes

Uma vez que você já tem uma rede de clientes é fundamental fidelizá-los. Uma boa forma de fazer isso é mantendo contato com eles pós venda. Para isso você também deve contar com os meios digitais.

Junto com suas peças artesanais coloque um cartão de contato. Esta estratégia ajuda a fixar seu nome na memória do cliente e permite que ele não desassocie seu artesanato de você.

Vale investir em um cartão bem lindo e que represente sua identidade ou identidade da sua marca. Nele deve constar seu nome, nome da loja, endereço físico e virtual. Também deve conter seu telefone de contato, e-mail e redes sociais.

Não apenas divulgue bem suas formas de contato como responda e escute seus clientes. Se fizerem alguma reclamação tente reparar o erro, se elogiarem, descubra o que deixou eles mais felizes em seu trabalho. Conhecer bem seus clientes é fundamental para um bom relacionamento duradouro.

Além disso, utilize as plataformas online que citamos anteriormente para manter seus clientes. Adicione-os ou peça para que eles te adicionem em suas redes. Peça que eles curtam ou sigam suas páginas. Faça Newsletters para divulgar novidades para sua lista de e-mails de clientes.

Todas estas estratégias auxiliam na fidelização das pessoas que compraram ou se interessaram pelo seu artesanato. Mas lembre-se que duas coisas são as mais importantes e primordiais: ser simpática e agradável, não seja uma vendedora muito explícita e agressiva, tenha em mente que é importante fazer peças artesanais com bastante qualidade e beleza.

Ao seguir todos esses conselhos você conseguirá manter relacionamento duradouro com seus clientes. E obterá êxito e sucesso na produção e vendas de seus artesanatos.

 

vendendo artesanato

Artesanato Para Vender: 7 Ideias Para Ganhar Dinheiro Com Arte

 

Fazer artesanato é uma atividade muito prazerosa e ela se torna ainda melhor quando você consegue ganhar dinheiro com ela. E tornar o artesanato uma fonte de renda não é uma tarefa tão impossível, como muitas pessoas acreditam.

Basta você definir se quer tornar o artesanato sua atividade principal ou apenas uma fonte de renda extra e colocar em prática alguns conhecimentos para aumentar suas vendas de acordo com o valor que você deseja ganhar. Como em outras atividades remuneradas, ganhar dinheiro com arte também envolve bastante trabalho. No entanto, vale muito a pena qualquer esforço.

Você pode já ter começado a trabalhar com artesanato e estar em busca de novas ideias para ganhar dinheiro com arte. Pode também estar procurando ideias para começar a produzir suas primeiras peças. Em qualquer um dos casos você encontrará aqui ótimas ideias para ganhar dinheiro produzindo peças artesanais. (Veja mais sobre divulgação de artesanato aqui)

Não deixe de conferir quais são os melhores produtos para começar a fazer suas artes. Separamos aqui 8 ideias de artesanatos com baixo custo inicial e ótimo retorno, pois a procura por estes produtos é muito grande. Confira!

Reciclagem para ganhar dinheiro com arte

Dinheiro com Reciclagem

Vamos começar pelas peças artesanais feitas com reciclagem, pois estas peças utilizam matérias primas que muitas vezes estão presentes em nosso cotidiano e não precisam ser comprados especificamente para o artesanato.

Objetos artísticos feitos com reciclagem fazem muito sucesso devido ao seu apelo ambiental e sustentável. Mas não é só isso, eles fascinam as pessoas devido à sua diversidade. Existem muitos objetos que ficam tão diferentes do estado anterior da matéria que causam deslumbre nos clientes quando descobrem qual material foi utilizado.

Além disso, geralmente são materiais fáceis de encontrar e bastante fáceis de manipular. E você encontrará inúmeras ideias na internet para fazer seus objetos. Todos ficam lindos e são muito diversos! Vale a pena colocar suas habilidades e criatividade em ação!

Feltro

Renda Extra com Feltro

O feltro é um material muito utilizado no artesanato. Muitas pessoas pensam que ele é um tecido, porém, ele é feito de papel e pelos de animais, como a lã através de um processo chamado de calandragem. É denominado TNT, ou seja Tecido Não Tecido, pois a calandra apenas compacta e não tece. Este material é super versátil e possibilita a produção de diversos produtos.

Você pode fazer guirlandas decorativas, carteiras, chaveiros, necessaires, enfeites, bichos e bonecas. Todos estes produtos possuem alta procura e podem fazer bastante sucesso de vendas. Invista!

Encadernação Artesanal

Encadernação Artesanal Para Vender

A encadernação artesanal é uma atividade muito gostosa para os artesãos preocupados com cada detalhe e excelência. Para fazê-la é necessário bons instrumentos e muita criatividade para personalizar os itens. Você pode utilizar a encadernação artesanal para fazer lindos skechtbooks, livros de receitas e caderninhos de anotações.

Curso Online Grátis

Se divirta fazendo um álbum artesanal que seus amigos irão amar


Também pode criar álbuns de fotografias que fazem bastante sucesso em temas como casamento, formatura e maternidade.  Eles funcionam muito bem em todas as ocasiões e são ótimas opções de presentes.

MDF

Caixas em MDF

Esta modalidade de artesanato nunca sai de moda. Está sempre na lista de presentes populares. As caixas em MDF são muito procuradas pelos clientes. Elas vendem bem e são bastante úteis. Além disso, funcionam perfeitamente como objeto decorativo.

Há diversas opções de revestimento para você fazer as caixas. Você pode utilizar papel, tinta, tecido, botões, fotografias, entre outros materiais para criar caixas bem personalizadas. Basta utilizar sua criatividade e colocar suas aptidões artísticas em ação para fazer caixas incríveis que servirão como presentes!

EVA

Bonecos em EVA

O EVA é um ótimo material muito utilizado em artesanatos. Ele fica perfeito em objetos artesanais e decorativos. Quem nunca viu um boneco de EVA ou algum objeto de EVA decorando festas ou cômodos das casas? E isto acontece porque ele é muito queridinho.

Dessa forma, vale muito a pena criar arte com EVA, fazendo lindos bonecos para decoração de festas ou quartos. Além disso, você pode utilizar os bonecos para criar chaveiros ou personalizar molduras de fotografias. É uma alternativa sem erro!

Bordado

Bordado

O bordado é uma atividade muito prazerosa que vem sendo retomado cada vez mais por grupos mais jovens e interessados em arte e artesanato. Ele é uma ótima fonte de renda e a procura vem aumentando cada vez mais.

Há muitas possibilidades de utilizar o bordado para ganhar dinheiro. Desde bordados em toalhas até quadrinhos feitos com esta técnica artística. Também é possível criar almofadas e panos para a cozinha. O bordado é super versátil e simples! Não deixe de tentar!

Pintura em Tecido

Pintura em Tecido

Quando se pensa em trabalhar com arte a pintura é uma das primeiras coisas que vem a mente e não deve ser desprezada. A pintura também pode ser muito versátil, pois você pode criar desde obras artísticas como quadros até fazer pintura em tecido para peças de roupas, almofadas ou panos de prato.

As pinturas mais populares são de paisagens e natureza morta. Você pode fazer lindas flores, frutas ou animais. Também pode criar pinturas geométricas e mais abstratas. Tudo dependerá do público alvo que você deseja atingir. Porém, a pintura à mão livre possui baixo custo e merece ser colocada em prática! Comece agora mesmo e boa sorte com os lucros!

 

 

Fonte das fotos:

  1. https://www.education.com/activity/article/soda-bottle-planter/
  2. https://www.education.com/activity/article/felt-orange-slices/
  3. https://diyprojectsforteens.com/diy-back-to-school-supplies/
  4. https://www.craftmunki.com/decoupage/super-simple-romantic-decoupage-box/
  5. https://br.pinterest.com/pin/374009944049558263/
  6. https://www.instructables.com/id/How-to-Hand-Embroider-Flowers/
  7. http://www.hamstech.com/blog/fashion-designing-practicals-fabric-painting-ideas/
propaganda de artesanato

Marketing Para Artesanato: Como Fazer Propaganda Das Suas Peças

 

Todo mundo que faz artesanato sabe como é importante garantir a venda das peças produzidas. Afinal, é muito frustrante ficar com excesso de estoque e ter a consciência de que o valor gasto com os materiais mais o tempo despendido não apresentou um bom retorno.

Além disso, as contas não esperam e a venda dos artesanatos garante o pagamento das contas e dívidas. Também permite que você continue comprando materiais para continuar sua produção.

Sabendo da importância das vendas de peças para você que faz artesanato, a dúvida que fica é “como garantir a venda das peças?”. E sim, há muito o que você pode fazer para aumentar suas vendas e divulgar mais o seu trabalho.

Para estas duas coisas acontecerem você precisa saber como o marketing para artesanato é importante. Muitas pessoas pensam que o marketing é algo só para agências e grandes marcas, no entanto, o marketing é essencial para quem produz qualquer tipo de trabalho artístico.

Por quê o marketing é tão importante? Porque ele é o responsável pela divulgação das suas peças. É ele que fará com que suas vendas sejam concretizadas. Ou melhor, é fazendo uso das estratégias de marketing para artesanato que você garantirá o sucesso de suas vendas.

Então, traremos neste artigo algumas destas estratégias de marketing e propaganda, para permitir que você obtenha êxito em suas vendas. Vamos conferir? 

Lojas Virtuais e Divulgação Das Suas Peças

Uma das estratégias que os artesãos e artesãs costumam utilizar é criar lojas virtuais ou expor seus trabalhos em algum site de vendas coletivo já existente.

Caso você já tenha feito este teste provavelmente já percebeu que só expor suas peças em sites não é o suficiente para garantir suas vendas. E você sabe porquê isso acontece? Acontece porque a concorrência é muito alta e a variedade de produtos é muito extensa.

Então, para você conseguir vender suas peças precisa expor seu trabalho e divulgá-lo através de diversos meios e muitas ações de marketing. Além disso, deve encontrar seu diferencial para aumentar as possibilidades de que seu trabalho chame atenção dos clientes.

Marketing e Suas Estratégias

Muitas pessoas têm um conceito errôneo do que é o marketing. Estas pessoas acreditam que marketing é sinônimo de vendas de um produto ou serviço. Mas apesar do marketing contribuir para as vendas ele vai muito mais além.

O marketing traça planos e ações antes, durante e depois das vendas. Ele serve para aumentar as possibilidades de vendas e, ao mesmo tempo, serve para direcionar seu trabalho. Sendo assim, o marketing para artesanato é a concepção, criação, execução e planejamento de vendas da suas peças.

Consiste em um trabalho de pesquisa e investigação do mundo do artesanato. O marketing para artesanato estuda os desejos dos possíveis clientes. Define em qual contexto social e econômico eles estão inseridos. E ajuda você a chegar até eles.

Uma vez que suas vendas já foram garantidas através das estratégias e ações de marketing, o próximo passo também é atingido por ele. Este próximo passo é o pós venda.

É importante ter em mente que uma vez que você vendeu suas peças para alguém, o ideal é que está mesma pessoa volte a comprar seus produtos. Além disso, é interessante poder contar com esta pessoa para fazer propaganda positiva de seu trabalho.

O cliente pode fornecer informações essenciais sobre seus produtos. E também contribui para que você saiba como pode melhorar e quais novos objetos artesanais pode criar. Ajudando você a alcançar novas demandas.

Como Fazer Uma Boa Propaganda?

Para fazer uma propaganda eficaz das suas peças, você precisa preocupar-se em atingir a excelência em seus produtos. É fundamental que seus clientes sintam-se muito satisfeitos.

Outro ponto fundamental para uma boa propaganda é tentar prever como proporcionar aos seus futuros clientes esta satisfação. Faça tudo o que estiver ao seu alcance para garantir que seus clientes farão uma propaganda em ação ao elogiarem seu trabalho e recomendarem para outras pessoas.

Tenha em vista que a relação com seu cliente é outro aspecto essencial para o sucesso de suas vendas. Procure estar em contato com eles, escute o que têm a dizer e for necessário faça modificações em suas técnicas e produtos para conseguir conquistá-los.

Estar envolvida com o universo do artesanato, com outras pessoas que produzem e participando de feirinhas e grandes eventos (veja aqui algumas) da área também contribuem bastante para seu êxito. É uma boa forma de propagandear de forma tranquila e descontraída.

Pense em todas as vantagens e especificidades de seus produtos. Ressalte as qualidades de cada um deles para que as pessoas sintam vontade de comprá-los. Garanta a satisfação de seu cliente, pois assim você também conseguirá satisfazer-se e alcançar os resultados desejados.

Fazendo Publicidade

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a publicidade não é a mesma coisa que a propaganda. É isso mesmo! Você precisa saber diferenciar vendas, marketing, propaganda e publicidade e utilizar todos estes meios para alcançar seus fins.

A publicidade tem a característica da comunicação em massa. Seu intuito é vender determinado produto ou serviço através de divulgação de informações massivas sobre eles. Ela funciona como uma extensão das vendas, da propaganda e do marketing.

Funciona como um direcionamento do cliente e dos futuros clientes, para que ele lembre-se da sua loja ou conheça seus produtos. A publicidade conta com a ajuda de ferramentas online, sites, redes sociais e outras mídias. Está presente em todos os meios de comunicação.

Você pode fazer publicidade de sua loja virtual, sites e produtos, através de anúncios pagos no Google, Blogs, Jornais, Facebook e Revistas. Todos garantem um resultado extremamente positivo.

Com todo este conhecimento em mãos você está pronta, ou pronto, para colocá-los em prática e colher os frutos de seu trabalho!

Como Você Costuma Divulgar Seus Trabalhos? Comenta Aqui Embaixo:

 

Loja artesanato

Veja isso antes de montar sua loja de artesanato online

 

 

Se você é um fabricante de produtos feitos à mão, ou seja, um artesão, e está procurando dicas de como montar sua loja de artesanato online, esse artigo é exatamente feito para você! Hoje iremos falar desse assunto, que diversas pessoas possuem diversas dúvidas.

Por si só, o artesanato é comumente visto por diversas pessoas, como somente um hobby, mas não é exatamente assim, não é mesmo?

Claro que não! Se você trabalha com artesanato, nada pode lhe impedir de criar o seu próprio negócio. E não é à toa, que cada dia vemos mais lojas de artesanato online na rede, deixando o trabalho de milhares de artistas mais conhecidos.

Uma dificuldade muito comum entre a maioria dos empreendedores, ao criar seu negócio próprio, são as questões que podem diferenciá-los no mercado.

Quando você opta por vender mercadorias comuns, como videogames, óculos ou relógios, será um pouco difícil conseguir inovar em variedade de produto, fazendo com que você acabe vendendo mais do mesmo.

E qual é sua saída, para vender mais? Oferecer preços cada vez mais baixos, fazendo com que os clientes optem por comprar os produtos com você, mesmo com tanta opções de lugares para compra.

Porém, não é isso que ocorre no mercado de artesanato, porque não são assim que as coisas funcionam. Ao criar produtos feitos à mão, os mesmos já possuem a grande vantagem de serem exclusivos.

Ou seja, não irão existir muitas unidades, fazendo com que você possa agregar valor ao seu produto, dando a você, maior flexibilidade no momento de estipular o preço de suas peças.

Mas e para montar sua loja de artesanato online?

Você provavelmente, ao ler milhares de tutoriais e passo a passos de como montar uma loja de artesanato online, deve ter visto que o primeiro caminho é optar por uma plataforma ou mesmo, criar um site, no momento de inicializar uma operação de comércio eletrônico.

Pode ser muito mais simples do que você imagina. Primeiramente, você vai precisar tirar boas fotos de seus produtos, e investir na validação do mesmos. Por que? Para primeiro colocá-los no mercado, entendendo se existe realmente interesse de clientes, pelos seus produtos.

Crie inicialmente uma página no Facebook ou Instagram, e comece a postar fotos de seus produtos e veja como é a aceitação do público. Dessa maneira, você pode começar a vender via Mercado Livre ou mesmo por contatos de mensagens diretas dessas redes sociais, vendo como é o fluxo de venda de seus produtos.

Caso o seu processo de criação de produtos, seja consideravelmente rápido, você pode começar hoje mesmo anunciar os seus primeiros produtos.

E se acaso tiver, reservas suficientes, a dica é investir em posts patrocinados, em redes sociais, ajudando no encaminhando do processo de validação de seus produtos, e fazendo você entender o que realmente está sendo oferecido aos seus clientes, mas prestando atenção ao valor dos mesmos, não aos olhos de seus clientes.

Comece estudando sobre negócios

planejando negocio para venda de artesanato

Depois de passar por essa primeira etapa, de divulgação dos seus produtos, é chegado o momento de profissionalizar o seu próprio negócio.

Muitas pessoas trabalham com artesanato, não possuem conhecimentos gerais sobre negócios e gestão de pequenas empresas, e uma dica muito importante, mesmo que seja somente uma loja online, é se aprofundar no estudo de negócios.

Por que isso é importante? Porque ao abrir sua loja de artesanato online, conseguindo definir bem o seu público-alvo, aprender a lidar com contabilidade, contratação de colaboradores, como expandir seu próprio negócio e etc., e você vai precisar levar tudo isso a sério.

Por que atuar em um nicho definido?

escolha o nicho para atuar

Mesmo que você seja um artesão, que tenha gosto por criação de peças variadas, e que possam servir a diferentes tipos de públicos, não podemos deixar essa recomendação de lado.

É muito importante você reunir seus esforços, buscando a direção em um nicho específico de clientes, ou seja, focar em um público-alvo.

Quando você cria qualquer tipo de negócio, precisa encontrar qual é o cenário ideal e de qual grupos de pessoas que você terá que “chamar a atenção”, para que elas decidam comprar os produtos diretamente de você.

E outro ponto, saber fazer a sua própria identificação, pois os clientes vão se engajar a sua marca própria, comentar sobre ela, gerando recorrência para o seu caixa.

Caso você atue com o artesanato, para diferentes públicos, sua empresa pode acabar não sendo reconhecida no mercado, como especialista em algo, por exemplo.
O que pode aumentar as chances de poder perder o foco, cair no esquecimento do público e consequentemente, não ter o sucesso que você espera com sua loja de artesanato online.

Analise todas essas dicas antes de criar sua loja de artesanato online, e não tenha prejuízos no momento de sua criação. O intuito de uma loja de artesanato online, não é somente vender os seus produtos, mas sim fazer com que você seja reconhecido no mercado e as pessoas passem a procurar por seus serviços. Boa sorte!

 

 

 

Fonte imagens

www.pixabay.com

artesão é livre de imposto ou não?

Artesão é livre de imposto?

 

 

Para conseguir analisar, uma operação de artesanato, é necessário primeiramente definir o conceito de artesanato. Artesanato são produtos confeccionados por um artesão, onde não exista a utilização de um trabalho assalariado.

Para classificar essa operação, o RICMS/SP, conta com uma definição de operação, que está artigo 1 do Anexo XXI.

E uma dúvida muito comum, de milhares de artesãos, é se o artesão é livre ou não do pagamento de impostos. Essa também é sua dúvida?

Confira agora tudo sobre se artesão é livre de imposto ou não.

Regulamentos do ICMS/SP

Para você que é de SP, o começo deste artigo é destinado a você.

O regulamento oficial do ICMS/SP – decreto nº 45.490/00, decreta a isenção do ICMS no momento da saída de produtos feitos por artesãos, que sejam destinados a um consumidor final, desde que os produtos sejam destinados por meio do próprio artesão, associação de artesãos ou cooperativa.

O mesmo anexo, prevê que a isenção, estimule as atividades culturais e artísticas, relativas á produções artesanais, em todo o Estado de São Paulo.

Artesão como empreendedor individual

Empreendedores individuais, são pessoas que trabalham por sua conta própria, e que sejam legalizados como pequenos empresários. A Lei Complementar n 128, com data de 19 de dezembro de 2008, criou as condições para artesão e artesã, que são conhecidos como trabalhadores informais, podendo assim, se tornarem Empreendedores Individuais, de maneira legalizada.

Para se enquadrar nessa lei, e assim se tornar um empreendedor individual – MEI- você terá de ter uma renda bruta anual de até R$ 81 mil, o que significa ter uma renda de até R$ 6.750,00 mensais.

Você também poderá ter somente um funcionário, com renda de até um salário mínimo mensal, ou mesmo o piso referente a categoria da função.

Para poder ser tornar um empreendedor individual – MEI – as atividades permitidas são serviços de estética, comércio, serviços de manutenção e reparação em geral, culinária e claro, artesanato.

O artesão empreendedor individual, é automaticamente enquadrado no Simples Nacional – se tornado assim isento de tributos federais, como CSLL, IPI, COFINS, PIS e Imposto de Renda.

Através da MEI, você pode pagar somente um valor, onde engloba todos os tributos, com um valor fixo, de aproximadamente R$ 57 mensais, e poderá ter acesso a benefícios como salário maternidade, aposentadoria por idade e invalidez, auxílio reclusão, pensão por morte, acesso a serviços bancários, incluindo crédito, solicitar um CNPJ, apoio técnico do SEBRAE em organizações de negócios, programas de capacitação específicos, isenção de taxas de registro de sua empresa e etc.

Os valores são atualizados anualmente, de acordo com o aumento do salário mínimo. E você pode contar com maiores esclarecimentos, tanto no que diz respeito aos benefícios de se tornar um profissional legalizado, o SEBRAE possui um curso online gratuito de empreendedor individual.

Passo a passo para MEI

Como você, artesão, já sabe em qual atividade você se encaixa, como também já sabe que tem direito de se tornar um empreendedor individual e assim, se manter livre de impostos, é dado o momento de explicar como você pode se cadastrar dessa especificação.

Você precisa somente acessar o portal do empreendedor:

http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/como-se-inscrever

E nesse link a seguir, você encontra todo o manual de como você deve preencher corretamente:

http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual/manual.pdf

depois de efetuar o seu cadastramento, como microempreendedor individual – MEI – automaticamente terá um número de CNPJ, como também o número de inscrição na Junta Comercial, e assim, você não terá a necessidade de encaminhar qualquer tipo de documento para a mesma.

Depois de completar sua inscrição, imprima o certificado de condição de microempreendedor individual, seu carnê de pagamento mensal, o relatório mensal de receitas brutas, que no caso são uma para cada mês. Não se esqueça de ter toda essa documentação, para se manter formalizado.

O valor cobrado é fixo, e são valores correspondem ao INSS (5% do valor do salário mínimo), ou seja, será reajustado anualmente. Em alguns casos também são cobradas taxas municipais/estaduais, que vão depender do seu estado ou munícipio.

O pagamento dessa taxa, deve ser realizado até o dia 20 de cada mês, em casas lotéricas ou redes bancárias.

Esperamos ter resolvida suas dúvidas, sobre se artesão é livre de imposto, e ajudar você a entender como pode se formalizar, se manter dentro das regras fiscais e ainda contar com todos os benefícios que terá depois de se tornar um empreendedor individual formalizado. Em caso de maiores dúvida o recomendado é que entre em contato com um contador da sua cidade ou busque as áreas especializadas no SEBRAE da sua cidade.

vender artesanato internet

Como vender artesanato no elo7

Ainda estamos sofrendo alguns transtornos devido a última crise sofrida no país, muitas pessoas continuam desempregadas e buscando outros métodos para conseguir uma renda.

artesanato elo7

Uma das maneiras buscadas e com muito sucesso foi à venda de produtos na internet. A venda de artesanato no Elo7 proporcionou uma facilidade e interação gigantesca com o cliente, facilitando a vida do vendedor e transformando aquilo que era apenas uma forma de renda em um negócio muito lucrativo.

Entenda agora o que é, e como fazer para vender artesanato no Elo7.

O que é Elo7

pagina home

Considerada atualmente como uma das melhores plataformas para venda de artesanato e trabalhos manuais online. Possibilitando que o artesão tenha acesso a muitas pessoas sem precisar sair de casa para divulgar seu trabalho.

O que pode ser vendido?

Para comercializar os produtos na Elo7, eles precisam ser feitos ou personalizado por você. Como por exemplo: Materiais digitais, artesanatos, produções autorais, como CDs, livros, doces, matéria prima, e qualquer tipo de material ou produto artesanal como bonecas, vestidos de croche, lacinhos para cachorro, guirlandas, chaveiros etc

Por outro lado, revender produtos ou serviços produzidos por terceiros, produtos importados e industrializados são proibidas.

Como vender no Elo7

Veja agora o passo a passo simples e fácil para você começar a vender artesanato hoje mesmo na Elo7.

Perfil do vendedor

Acesse o site Elo7 e vá ao final da pagina inicial na opção “Abrir minha loja”, seguidamente na opção “Cadastre sua loja”. Podendo efetuar o cadastro com o Facebook ou criar uma nova conta com e-mail e senha.

loja artesanato online

Dados da loja

Na opção “minha loja”, seguidamente para a opção “personalizar” você precisa editar os dados, completando o máximo de informação possível.

Pagamento

Depois de feito o cadastro e customização, defina as formas de pagamento. Será obrigatório utilizar o Moip, porém também poderá cadastrar o Paypal.

Cadastro de produtos

Cadastro de produtos artesanais

Aqui você coloca os itens que irá comercializar na loja. Entre na sua loja, e vá à opção “produtos”. Quando for cadastrar, preste atenção na descrição e nos títulos, pois são com eles que seus produtos serão encontrados pelo consumidor.

Como será a taxa cobrada

Sempre que vender algo, uma taxa será cobrada, porém tudo dependerá do tipo de anúncio que você fez.

Para os anúncios Plus será cobrada uma taxa de 18% e para o anúncio padrão será cobrado uma taxa de 12%.

Também todos os meses serão calculados uma taxa sobre os pedidos com frete calculado pelo vendedor e com a venda concretizada.

Todos os dias 10 de cada mês serão fechados à fatura de sua loja, contabilizando automaticamente os pedidos do mês que passou, com data de pagamento até o dia 15, ainda podendo cancelar os pedidos não concretizados até o dia 9 do mês.

Recebendo os valores

Os valores serão pagos na sua conta Moip ou Paypal, sendo necessário apenas fazer a transferência para sua conta bancária.

Dicas para vender no Elo7

Veja agora as melhores dicas para você vender artesanato no Elo7 de forma simples e constante.

Planeje a sua loja

Depois de abrir a loja chega o momento de planejar ela. Não caia na rotina e não deixe sua loja desatualizada. Deixe-a sempre com muitas novidades, personalizada e atrativa.

Organização da loja

Separe os produtos em categorias, facilitando a vida dos clientes. Separe os álbuns de acordo como achar mais vantajoso, porém não se esqueça da coerência. O importante é manter uma organização.

Títulos para produtos

Os títulos são as formas de como o cliente encontrará o seu produto. Buscando no site, eles encontram os produtos de acordo com o que escrevem no buscador. Portanto garanta que seu produto esteja cadastrado de forma correta e com a titulação correta.

Imagens

Sabemos as facilidades e vantagens de comprar na internet, porém também sabemos que não é possível experimentar nada, tendo como referencia apenas as fotos e imagens disponibilizadas pelo fornecedor.

Utilize fotos de qualidade, com muita nitidez, e com todos os detalhes possíveis do produto.

Foque no atendimento

Assim que receber o contato de algum cliente, não o deixe esperando e já comece o atendimento. Seja bem claro e não o deixe com nenhuma dúvida.

Formas de pagamento

Quanto mais opções de pagamento você oferecer para o seu cliente, mais fácil será para ele concretizar a compra. Oferecendo apenas o depósito bancário poderá afastando aqueles que preferem utilizar o cartão de crédito ou que não possuem dinheiro no momento.

Destaques

O site proporciona oportunidade de destaques para aumentar as vendas. Um serviço pago, porém opcional.

Basicamente este serviço irá oferecer um destaque para os seus produtos, deixando-os em evidencias no site e facilitando que os futuros clientes os encontrem no site.

Ao todo podem ser até 16 produtos em destaque pelo valor de R$59,90 por 30 dias, no valor de R$109,90 por 60 dias e R$ 149,90 por 90 dias de destaque.

Elo7 é uma plataforma que veio para facilitar a vida do artesão, onde seu foco será em produzir e não se preocupar tanto em divulgar o produto, pois além de ter um alcance de muitas pessoas, possui ferramentas que ajudam na comercialização.

Outros artigos interessantes:

Fonte imagens

www.pixabay.com

Divulgar artesanato usando internet

Dicas Valiosas Para Divulgar Seus Artesanatos

 

 

Para que qualquer empreendedor tenha sucesso em suas vendas, é fundamental elaborar uma boa divulgação. Você pode ter os melhores produtos do mercado e ser um profissional excelente, mas se o mundo não souber disso, seu talento ficará enferrujado e seus produtos estocados.

Com o artesanato não é diferente. As pessoas ao seu redor precisam saber do seu trabalho. Para isso você pode contar com alguns meios de divulgação que vão desde os mais clássicos até os mais atuais. Todos com o seu grau de eficiência bem definidos.

Uma das formas mais antigas de propagar seus produtos é o famoso “boca a boca”. Você comunica aos seus amigos e familiares que está trabalhando com artesanato e daí eles vão repassando a informação. Alguns acreditam que esse é o meio mais eficiente para ganhar credibilidade.

Pode até ser, mas o número de clientes a ser atingido pode ser muito limitado e bastante demorado. Além disso, será uma tarefa bem árdua mostrar seus trabalhos de um a um. Agora, se você fizer uso da Internet, suas divulgações, vendas e número de clientes vão alavancar de uma maneira surpreendente.

Como Divulgar Seus Artesanatos Na Internet

Em 2017 a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD – Sigla em inglês) divulgou um dado interessante. Em um relatório sobre economia digital, a UNCTAD anunciou que o Brasil está no quarto lugar no ranking de usuários da internet. São 120 milhões de internautas conectados no mundo virtual.

Pare e reflita sobre esse dado! 120 milhões dos brasileiros se encontram na internet. Um número gigantesco de pessoas está conectado no mundo virtual. Ou seja, isso significa que boa parte dos seus clientes está na internet! Por isso, é essencial que você a utilize na divulgação dos seus trabalhos. E para te ajudar nesse trabalho, vamos te apresentar uma série de ferramentas virtuais que você pode se beneficiar.

Facebook

Com mais de 2 bilhões de usuários, o Facebook é a rede social mais utilizada no mundo inteiro, segundo seu criador Mark Zuckerberg. Logo, ela se constitui como um instrumento poderoso para publicar seus trabalhos. Pois além de divulgar seus artesanatos você pode até mesmo vende-los por meio da rede. E ainda pode extrapolar as fronteiras do Brasil e atingir pessoas do outro lado do mundo!

Para isso, basta que você crie um perfil no Facebook e logo em seguida já pode gerar uma página na rede. E é nessa página que você irá publicar informações, fotos e vídeos sobre seus artesanatos.

O Facebook conta com uma ferramenta chamada Facebook Ads, que direciona suas publicações para o público certo. A partir de alguns critérios como idade, cidade, sexo, entre outros, você é quem escolhe a audiência que deseja atingir.

A partir de um orçamento de R$ 20,00, por exemplo, você já atinge um bom número de usuários com uma única publicação. Porém, não basta elaborar um lindo post com informações bem completas sobre seu produto e levar séculos sem publicar outro.

Você precisa entender que o Facebook é uma rede social, ou seja, é uma ferramenta de relacionamento. É fundamental estar atualizando sua página constantemente por meio de fotos, vídeos, novidades para atrair novos clientes… Criar promoções também é uma excelente opção para o compartilhamento de publicações, pois podem atingir ainda mais pessoas.

Instagram

O Instagram também é outra ferramenta de sucesso para divulgar seus produtos. Com 35 milhões de usuários somente no Brasil, o número de artesãos utilizando a rede para trabalho tem sido cada vez maior.

O Instagram é excelente para quem não larga o celular. Você pode tê-lo como aplicativo em seu aparelho telefônico e administra-lo na hora e no lugar que quiser. Ele está disponível na App Store, Goole Play Store e na Microsft Store. É só você acessar uma dessas lojas virtuais e baixar o aplicativo.

Depois de baixa-lo crie uma conta e preencha todo o seu perfil. Publique imagens e vídeos de boa qualidade para que seus artesanatos tenham uma aparência mais atraente. Também é importante que você envolva seus clientes através de promoções, concursos ou sorteios. Pedir a opinião deles sobre algum produto também aumentará o nível de relacionamento.

YouTube

Se você é uma pessoa comunicativa e se expressa bem na frente das câmeras, pode usar e abusar desta ferramenta. O YouTube é um site de compartilhamento de vídeos e considerado o segundo maior buscador da internet.

É cada vez maior o número de pessoas que assistem aos vídeos se comparado com os posts. Por isso, vale a pena gravar vídeos falando sobre seu trabalho. Você também pode filmar seu ateliê, onde trabalha e até mesmo todo o processo de fabricação do seu produto.

WhatsApp

O WhatsApp é sem dúvida a rede social que estabelece a aproximação entre cliente e artesão de uma forma mais eficiente. Quando você dá seu número do WhatsApp para um cliente ele vai entender que você confia nele.

A partir daí, qualquer novidade que tiver em relação aos seus produtos você pode informar aos seus contatos. O WhatsApp também disponibiliza um recurso chamado Status, onde você publica uma foto, informação ou vídeo de apenas 30 segundos sobre o seu dia. Muitos empreendedores tem tido sucesso com esse recurso.

Só tente estabelecer um equilíbrio com o trabalho e sua vida pessoal. O ideal é utilizar um número de WhatsApp somente para trabalho e outro número para família e amigos próximos. Quando for divulgar seus artesanatos em outros meios, coloque apenas o número de trabalho.

Com essas dicas valiosas você pode escolher qualquer meio para divulgar os seus artesanatos. Ou até mesmo, utilizar todos eles. Basta que se organize, crie conteúdo e planeje uma rotina de divulgação. Certamente, seus artesanatos terão um sucesso incrível.

 

Você já utiliza algum deles? Deixa um comentário abaixo dizendo como você faz para divulgar seus artesanato:

 

 

 

Fonte imagens:

www.pxhere.com

Quer Vender Artesanato Pela Internet?

 

 

Você já vem tentando ganhar dinheiro com seus artesanatos, porém sem sucesso, ou fica sem saber por onde começar?

 

Neste artigo, irei falar sobre a estratégia que, hoje em dia, vem gerando bons resultados para quem deseja começar a vender artesanato pela Internet ou àqueles que querem aumentar o número de encomendas.

 

Devo começar com uma loja virtual?

 

Veja, não basta você colocar seus produtos em uma loja virtual e achar que vai chover encomendas. Montar uma loja virtual é a primeira de duas etapas necessárias para vender artesanato pela Internet.  

 

O fato é que usar loja virtual é mais complexo principalmente para quem está querendo começar a vender porque além do investimento inicial para construir a loja virtual (hospedagem, registro de domínio etc.) você precisará dedicar tempo para a segunda etapa.

 

A segunda etapa é conseguir tráfego. Para gerar vendas você precisa ter um fluxo constante de visitantes interessados em acessar sua loja e, possivelmente, comprar algumas das suas peças.

 

Montar uma loja virtual é como se você estivesse abrindo uma loja em uma rua pouco movimentada, além de se preocupar em fazer seus artesanatos, você precisará desenvolver estratégias para atrair possíveis clientes.

 

Qual a melhor forma de começar a vender pela Internet?

 

A melhor é começar em lugares que já tenham movimentação natural de pessoas, como, o Facebook. Ele é a rede social mais acessada no Brasil e praticamente todo mundo que você conhece acessa, ao menos uma vez por dia.

 

Neste vídeo eu mostro algumas opções oferecidas pelo Facebook para quem deseja vender artesanato pela Internet:

Assista ao Vídeo
 

Antes de sair divulgando seu artesanato pelo Facebook evite os erros mais comuns:

 

        ►Erro 01: Usar o perfil pessoal para divulgar suas peças. Ao invés disso, crie uma fanpage e convide seus amigos para curti-la.

        ►Erro 02: Esquecer de definir bem seu avatar. Ao criar uma fanpage com o objetivo de realizar vendas você vai interagir com pessoas, por isso, você deve escolher com quem você quer se comunicar, por exemplo, noivas, mães, empresários, avós, mulheres cristãs etc. No final deste artigo explico melhor o que é avatar.

        ►Erro 03: Criar uma fanpage e só ficar divulgando seus produtos. Ao invés disso, post também fotos do seu ateliê, de você fazendo suas peças e outras coisas do seu dia a dia.

        ►Erro 04: Não postar de forma consistente na fanpage. Você deve postar todo dia de forma consistente e mesmo que falte tempo, você pode programar as postagens para serem realizadas automaticamente.

 

Como falei no vídeo o Facebook oferece 2 formas para divulgar seus artesanato: Uma é usando fanpage também conhecida como páginas do Facebook. Esta forma é gratuita e a única coisa necessária para começar é ter um perfil pessoal no Facebook. A segunda maneira é usando anúncios, esta forma é paga, e você pode começar com apenas 5 reais por dia usando um cartão de crédito ou boleto dentro da plataforma de anúncios do Facebook. Veja, caso você use a segunda maneira, é importante que você tenha os custos previstos com divulgação incluído no preço de venda do seu produto ( caso você não saiba como calcular o preço de venda leia esse artigo.).

 

# Como Criar uma Fanpage:

 

       Passo 1: Acesse sua conta do Facebook.

vender artesanato facebook_01

 

       Passo 2: Depois de acessar sua conta, clique neste link: https://www.facebook.com/pages/create/ . Será exibido a página abaixo:

vender artesanato facebook_02

 

Escolha a opção que melhor se enquadra no tipo de fanpage que você quer criar. Para artesanato geralmente as melhores opções são:

     ►Negócios locais ou local: Escolha esta opção se você tem um ateliê ou loja com endereço físico.

     ►Empresa, organização ou instituição: Escolha esta opção se você não quiser informar o seu endereço físico.

 

         Passo 3: Aqui você informa uma breve descrição da sua página, assim as pessoas saberão do que se trata.

vender artesanato facebook_03          Passo 4: Agora você coloca uma imagem que pode ser o logotipo do seu ateliê, uma foto do seu artesanato etc.

vender artesanato facebook_04          Passo 5: Adicione aos seus favoritos

vender artesanato facebook_05       Passo 6: Defina o público que você quer atrair ou clique em pular. Recomendo conhecer bem seu avatar antes de configurar esta parte.
       Passo 7: Para finalizar, clique em “curtir” e convide seus amigos. 

Fanpage criada com sucesso! Agora basta personalizar a capa.

 

DICA: A capa deve ser criada de forma estratégia, ela deve conter elementos que atraiam a atenção dos seus clientes e, ao mesmo tempo, façam com que eles percebam a qualidade dos seus produtos, gerando assim, curiosidade o suficiente para que eles queiram saber mais sobre você e seu trabalho, como, por exemplo, colocando fotos dos seus produtos, seus contatos, benefícios dos seus produtos, garantias, chamadas para ação etc.

 

Onde criar a capa? Você pode criar você mesmo usando o Pickmonkey. Ele é um editor de imagens gratuito, você mesmo pode usar (Clique Aqui).

 

#Tipos de Posts Que Você Pode Usar na Sua Fanpage

1. Status: É um post em formato de texto, você pode usar para passar alguma mensagem para as pessoas que curtiram sua fanpage.

 

2. Imagens: Imagem é um dos tipos de post que tem mais repercussão no Facebook, você deve dar maior prioridade a este tipo de post porque são mais compartilhados.

 

Veja alguns exemplos de imagens que você pode postar: Fotos dos seus produtos, conteúdo relacionado ao seu público alvo,  você fazendo suas peças, fotos do seu ateliê, foto de alguma nova peça que você esteja fazendo etc. Além de postar as fotos escreva sobre elas.

 

O tipo de foto postada vai depender muito do tipo de artesanato que você faça e também do público alvo, por exemplo, se seu público curte, compartilha e comenta mais fotos mostrando você produzindo suas peças, então este tipo de post você deve usar com mais frequência. 

 

Dica: Fique atento aos comentários! Através deles você irá notar se as pessoas estão realmente interessadas em comprar suas peças.

 

3.Vídeos: Os vídeos seguem a mesma ideia das imagens, você pode gravar você fazendo sua peça, mostrando seu ateliê, mostrando seu cuidado ao fazer a embalagem, mostrando a maneira certa de usar seus produtos etc.

 

Procure postar vídeos curtos com conteúdo interessante para seus fans e potenciais clientes.

 

4.Ofertas e eventos: Nesta opção você pode divulgar alguma promoção e também divulgar eventos que você esteja organizando, como, aulas, workshop etc.

 

O Facebook é muito poderoso para gerar vendas, porém você deve aprender a usar da forma correta, você deve saber com quem você vai se comunicar para criar posts que irão atrair pessoas interessadas nos seus artesanato e não perder tempo com postagens desnecessárias. É neste ponto você percebe a importância de conhecer seu avatar.

 

 #O Que é Avatar?

O Avatar representa seu cliente ideal, ele ajuda você a ser mais específico e tudo criado por você deve ser feito pensando em agradá-lo. Ele é um personagem fictício criado por você, mas ele representa uma parcela de consumidores com grande interesse em consumir seus artesanatos.

Ao criar seu avatar você deve especificar:

  • Nome
  • Idade
  • Nível de educação
  • Profissão
  • Salário
  • Estado civil
  • Se tem filhos
  • Quais são os interesses
  • O que ele faz no tempo livre
  • O Que ele assiste na TV
  • Qual revista e livro ele lê
  • Qual seus sonho
  • Quais os medos 
  • Onde mora
  • Etc.

 

Conhecer seu avatar permite trabalhar de forma estratégia, além de economiza bastante do seu tempo, dobra suas chances de conseguir vendas já nas primeiras semanas. Por isso é bom procurar informações que possam orientar você no desenvolvimento das estratégias certas para o tipo de artesanato que você produz.

Saber vender é uma das habilidades necessárias para quem faz artesanato, e você precisa desenvolver se realmente quiser transformar sua arte em uma fonte de renda.

Gostou Deste Artigo? Deixa um Comentário Abaixo:

5 Dicas para Valorizar seu Artesanato

 

 

Existem várias dicas que podem ser aplicadas a qualquer tipo de artesanato com a finalidade de deixar a sua peça mais valorizada, mas antes de tudo é importante deixar claro o real significado da palavra valorizado. Ela deriva da palavra valor e quando falamos de valor não estamos falando de preço….

O valor é medido de forma subjetiva!

Frequentemente muitos artesãos se perguntam o motivo de ter tanta gente no Brasil que desvaloriza o artesanato, mas eu te pergunto, será que isso real ?

Isso é uma questão difícil de responder porque existem vários fatores que levam uma pessoa a gostar ou não de um determinado tipo de artesanato. Uma pessoa pode desvalorizar uma peça feita em Crochet, mas pode ficar louca para comprar um pote de cerâmica com ilustrações que remetem as pinturas Gregas.

A questão é que a sua mente não deve estar focada nas pessoas que não valorizam o seu artesanato,  porque existem outras tantas que admiram. Foque nas pessoas que admiram o seu trabalho e deixe as outras pessoas seguirem o seu caminho. Você NÃO tem agradar todo mundo!

Agora eu gostaria de compartilhar com você 5 dicas para você aplicar hoje mesmo, nas suas peças, com o objetivo de deixar todas elas mais valorizadas e admiradas.

 

#1 Encontre a Pessoa Certa

publico-correto-artesanato-valorizado

Crédito foto: Eric Sonstroem

Pare um pouco e pense, onde estão as pessoas que você acredita que valoriza o tipo e o estilo do seu artesanato? Onde elas compram com frequência? Será que elas estão no shopping, papelaria, na feira, no mercado ou na Internet?

…Não existe uma resposta única, para cada um existe uma resposta diferente e você precisa compreender onde e principalmente quem são essas pessoas que enxergam valor e verdadeiramente usufruem dos benefícios do seu artesanato.

Quais os benefícios que a sua peça oferece? Por mais que algumas pessoas amem artesanato, elas não vão comprar a sua peça só porque ela é artesanal, e nem adianta baixar o preço. Ela só compra quando enxerga o benefício que a sua peça tem a oferecer para a vida dela.

 

#2 Pense no Design

design- artesanato-valorizado

 

A qualidade visual é um dos fatores que influenciam na valorização do seu produto.Você tem que aprender a manipular os elementos visuais (cor, forma, proporção, textura etc) com a finalidade de deixar o seu artesanato com as características admiradas pela pessoa que irá receber o seu produto e ao mesmo tempo tem que deixar uma linguagem própria para que o seu artesanato seja diferenciado.

Um exemplo fácil de entender:  Quando fazemos artesanato para o público masculino geralmente não usamos a cor rosa ou desenhos de flores porque eles não valorizam esses elementos. Isso é o básico que todo mundo deve saber, mas o que a maioria não consegue fazer é trabalhar com esses elementos para criar um linguagem única, diferenciada e harmônica para que juntos passem a percepção de maior qualidade visual.

O mesmo pensamento se aplica quando trabalhamos com formas. Será que vale a pena retratar uma flor com cara de flor? Ou é melhor estilizar e criar uma linguagem única no seu trabalho?

Que tal trabalhar com uma proporção diferente do convencional deixando a sua peça mais alongada, encolhida ou com um corte diferente.  Experimente até chegar a uma proporção mais agradável e diferenciada.

 

#3 Use Materiais de Luxo

materiais-de-luxo-artesanato-valorizado

Magnus Hagdorn

Uma outra forma de aumentar o valor percebido do seu artesanato é incluindo materiais considerados de luxo. Esses materiais tem que ser utilizados de modo que dê um toque a mais nas suas peças, nada de exagerar, ok? O ideal é trabalhar os detalhes de modo que fique uma composição agradável.

Mas que materiais de luxo vou utilizar?

Você pode trabalhar com peças de ouro, prata, couro etc. Ou com materiais que são um pouco mais caros do que o que você utiliza, mas que tenha uma característica perceptível diferenciada que justifique o preço mais alto.

Você tem que lembrar que isso será um investimento que no final será pelo cliente e não por você.

 

#4 Use Embalagens Atraentes

embalagem-artesanato-valorizado

Outro diferencial que não só pode, mas de fato aumenta a percepção de valor no seu trabalho é a embalagem. A embalagem tem 3 funções, a primeira é a de transportar o seu artesanato. A segunda é de proteger a sua peça contra fatores externos que poderiam danificar a sua obra. E a terceira é comunicar.

Sim! A embalagem fala!

Ela fala o quanto o seu artesanato foi cuidadosamente criado e se entrar em contato direto com as preferencias estéticas da pessoa que irá adquirir a sua peça. Essa pessoa pode ficar em estado de êxtase ao ver a embalagem do seu artesanato e muitas delas não querem jogar fora. 

E isso também vale se você quer dar o seu artesanato de presente, se você prepara uma embalagem bem feita a pessoa que irá receber irá valorizar ainda mais o seu trabalho.

 

#5 Personalize seu Produto

personalisar- artesanato-valorizado

Crédito foto: Harsha K R

O nome é uma dos elementos de personalização de maior poder e influência que pode deixar uma peça mais valorizada ou não. Um exemplo disso são as garrafinhas personalizadas da Coca-cola, antigamente todo mundo jogava as garrafinhas fora, mas hoje em dia todo mundo gosta de guarda uma garrafinha com o seu nome.

E você pode trazer essa mesma característica ao seu artesanato. Eu não sei qual o tipo de artesanato que você faz, mas eu tenho certeza que existem maneiras de você personalizar a sua peça colocando o nome da pessoa, cores personalizadas e adicionando alguns outros detalhes que seja escolhido pela pessoa que irá comprar ou ganhar  a sua peça.

Mas esses elementos não podem ser colocados de qualquer jeito, eles tem que ter um toque especial.

 

Conclusão

 

Você tem que mostrar o valor que a sua peça oferece seja falando ou escrevendo. Você precisa comunicar as pessoas qual o diferencial do seu produto e quais características suas peças possuem que os diferenciem dos demais. Mostre que o seu produto é único nesse mundo e faça as pessoas enxergarem o real valor do seu trabalho.

 

O seu trabalho não acaba quando você termina de fazer a sua peça…ele vai muito além..

 

Você acha que essas dicas irão te ajudar? Comenta aqui embaixo:

 

CTA_comentario_artigo (2)