Arte com Papapel

ideias para organizar mesa

5 Ideias De Organizadores De Mesa Feitos Em Casa

 

Fazer artesanato utilizando materiais recicláveis e presentes no cotidiano é muito gratificante. Além de ficarem lindos e ajudarem na decoração e organização da casa traz uma boa sensação por saber que você está ajudando o planeta por não descartar os materiais.

As peças artesanais feitas com materiais recicláveis trazem muitas vantagens. Os materiais são versáteis e customizáveis. Além disso, são muito fáceis de serem encontrados e te ajudam a economizar, uma vez que grande partes deles estão presentes no cotidiano.

É interessante começar a fazer estes trabalhos e notar a mudança na nossa percepção. Tudo que antes víamos como lixo tornam-se matérias primas artísticas e artesanais.

Um dos objetos que facilitam nosso cotidiano e podem ser feitos de forma artesanal são os organizadores de mesa. Eles têm dupla funcionalidade, ajudam a decorar a mesa e ao mesmo tempo guardam nossas canetas, revistas, livros, clipes e todos os materiais de escritório.

Neste artigo, daremos ideias de ótimos organizadores de mesa que ficam super bonitos. Todos feitos em casa e com materiais recicláveis. Prepare os materiais e comece agora mesmo a criar estes organizadores de mesa!

Caixa de Sapato Para armazenas Pequenos Objetos

A primeira ideia que daremos é fazer o organizador de mesa com caixa de sapato. É um material ótimo porque é espaçoso e o resultado fica lindo. Você precisará dos seguintes materiais:

  • Caixa de sapato
  • Tesoura
  • Cola em bastão
  • Papel colorido ou estampado

Para fazer o organizador de mesa o primeiro passo é recortar o papel colorido ou estampado de forma que ele cubra a tampa da caixa e a caixa. Na sequência cole o papel na tampa da caixa e depois na caixa.

A tampa da caixa será a base de seu organizador. Então, apoie-a na mesa com a parte reta e encaixe a caixa.

Seu organizador de mesa que serve para guardar revistas e livros pequenos, caderninhos e outros objetos está pronto!

Rolo de Papel e Caixa de Sapato

Rolo de Papel Higiênico

Uma ótima opção para fazer seu organizador de mesa, é utilizar rolo de papel higiênico. Eles são super versáteis e ficam lindos quando decorados. Abaixo indicaremos os materiais que você precisará:

  • Cola em bastão
  • Tesoura
  • Rolo de papel higiênico, pode ser mais de um, quantos você preferir
  • Papel estampado ou colorido
  • Outro tipo de papelão, pode ser a parte maior de uma caixa de cereal

Encape o rolo de papel higiênico colando o papel decorado ou colorido nele. Em seguida, cole o papel higiênico no papelão que será a base do organizador. Recorte as sobras do papelão e envolva-o com o papel decorado ou colorido.

Pronto! Seu organizador feito com rolo de papel higiênico pode ser muito útil como um porta canetas ou porta clipes e outros objetos pequenos. Faça quantos você quiser, eles podem ficar juntos em um mesmo local da mesa. Ficam bem decorativos!

EVA

EVA

Você também pode criar um organizador utilizando EVA. É uma placa emborrachada muito conhecida e que serve muito bem para fazer artesanato.

As placas de EVA são um material, atóxico, ou seja, manipulá-las e estar em contato com elas, não prejudica a saúde. Além disso, elas são resistentes e de fácil limpeza. Para fazer o organizador com EVA você precisará dos seguintes materiais:

  • Cola instantânea
  • Tesoura
  • EVA

Corte o EVA em um tamanho que você possa enrolá-lo, deixando espaço dentro para guardar canetas e outros itens de escritório. Cole as pontas para ficarem grudadas e darem forma ao seu porta canetas, lápis e objetos.

Corte um outro pedaço de EVA para ser a base. Passe cola nas partes inferiores do outro EVA que você fez anteriormente e cole-o na base de EVA. Seu organizador de mesa está colorido e pronto para ser utilizado!

Latas de Achocolatado Para Organizar Lápis e Canetas

As latas de Achocolatado costumam estar presentes na casa de quase todas as famílias. Também é um ótimo material que não deve ser desperdiçado.

Portanto, vamos aprender como reciclar a lata de achocolatado fazendo um organizador de mesa super bonito!  Você precisará dos seguintes materiais:

  • Lata de achocolatado
  • Tinta spray da cor de sua preferência

Escolha um lugar em que possa manipular a tinta sem causar estragos na sua casa. Forre com jornal o chão ou a mesa que escolher como local de produção.

Na sequência pegue a lata de achocolatado, aponte o spray para ela e pinte-a. Tome cuidado para fazer de forma uniforme, assim garantirá um belo resultado.

Organizadores de Mesa

Você pode optar por cores como o dourado e o bronze, ficam super modernas. Seu organizador contribuirá perfeitamente para a decoração de sua mesa e ainda será super funcional.

Caixa de Cereal Para Organizar Revistas

Outra ideia é fazer o organizador de mesa utilizando caixa de cereal. Para isso você precisará de:

  • 3 Caixas de cereais
  • Papel contact colorido
  • Cola
  • Tesoura

Corte a parte de cima das caixas em uma linha vertical de uma extremidade até a outra. Alinhe todas com as laterais viradas para você e passe cola nas partes que são a frente da caixa, ou seja, aquela parte mais larga.

Caixa de Cereal

Junte as 3 caixas com a cola, e por último, encape-as com papel contact. Elas podem guardar revistas, caderninhos, ou o que você preferir. Aproveite!

 

 

 

Fonte das fotos:

  1. https://www.revistaartesanato.com.br/organizador-de-mesa-usando-materiais-reciclaveis/
  2. https://www.revistaartesanato.com.br/organizador-de-mesa-usando-materiais-reciclaveis/
  3. https://www.tuacasa.com.br/artesanato-em-eva/
  4. http://www.artesanatoereciclagem.com.br/4223-porta-lapis-artesanal-dicas-e-modelos-criativos.html
  5. http://www.artesanatoereciclagem.com.br/13717-reciclando-caixas-de-cereais-em-casa.html
Definindo objetivos no artesanato

Como Definir e Alcançar Suas Metas No Artesanato

 

Todas as pessoas que desejam atingir o sucesso seja na vida pessoal ou profissional, precisam atentar-se para a definição de metas. Ao definir metas você pode contar com estratégias para alcançá-las, facilitando assim a realização de planos e sonhos.

Quando você trabalha fora do mercado de trabalho tradicional é ainda mais fundamental saber traçar as metas e ter um compromisso em cumpri-las. Na maioria das vezes você é seu próprio chefe, portanto, precisa plantar e cultivar para conseguir colher os frutos de seu trabalho.

Para você definir suas metas precisa se organizar e saber analisar suas necessidades e objetivos. E para conseguir alcançá-las é importante ter muito foco, determinação e pensamento estratégico.

Na área de artesanato isto não é diferente. Sem foco, planejamento, organização e determinação, as possibilidades de o negócio descer por água abaixo infelizmente é muito grande.

E sabemos que no mundo em que vivemos é fundamental poder contar com uma renda que propicie qualidade de vida. Além disso, a satisfação quando conseguimos atingir nossas metas faz valer todo o esforço.

Então, hoje vamos ajudá-lo a definir e alcançar suas metas. Aproveite!

Definindo suas Metas Como Artesão

Para definir suas metas você precisa estar muito próximo e consciente sobre o seu trabalho, necessidades e sonhos. Procure colocar no papel o que deseja alcançar. Pergunte-se: quais são meus sonhos e como posso realizá-los? Tentar responder esta perguntando traçando metas com certeza pode ajudá-lo a alcançá-las!

Pense com atenção se o que você deseja alcançar é apenas condições para viver bem e pagar suas contas, ou se você tem objetivos maiores. Avalie o tamanho do seu sonho e esteja disposto para chegar até ele!

Defina quais são as exposições e feiras em que você deseja participar. Existe alguma que você ama e está sempre na sua cabeça expor suas peças nela? Se sim, insira nas suas metas, quantas você conseguir definir.

É importante ter consciência de que algumas metas mais gerais demoram mais tempo para serem alcançadas, mas você não precisa desanimar. Tente manter o foco e ter a sabedoria de que com esforço alcançará seus objetivos.

Para sentir mais satisfação defina metas menores e específicas, como pequenas tarefas, e aos poucos perceba suas realizações. Você pode incluir nestas tarefas, cursos de aperfeiçoamento que você ainda quer fazer e novas técnicas que quer aprender.

Considere todas as peças que já produz e pense qual sua meta de vendas para elas? Como fazer para conseguir vendê-las sem ficar com estoque encalhado? Trace ações e coloque-as em prática para ser bem-sucedida.

Avalie se você já pensou ou tem vontade de dar aulas de artesanato. Se a resposta for afirmativa, defina quais peças e técnicas você gostaria de ensinar e mãos à obra! Esta pode ser mais uma de suas metas.

Enfim, o mais importante é que você faça um processo de avaliação e autoconhecimento para saber com certeza quais são as suas vontades e quais atitudes deve tomar para realizá-las. Dessa forma, seu negócio vai decolar!

Realizando seus Objetivos

Uma vez que suas metas, objetivos e preferências foram estabelecidas agora você precisa passar para o estágio de realização. Nesta fase você precisará de muito foco e determinação.

Organize suas metas e veja qual será a primeira tarefa que você quer alcançar. Pense quais ações você pode tomar para atingir seu propósito. Muitas vezes depende apenas de você para conseguir realizar um objetivo!

No entanto, a realização de algumas metas dependem de outras pessoas. Se este for o caso, avalie com quem precisa contar e como fazer a comunicação assertiva e eficaz para gerar um bom resultado.

Há também aquelas metas que para serem alcançadas dependem de várias forças ao mesmo tempo. Então, nestes casos, defina exatamente com quais pessoas precisa contar e quais elementos serão fundamentais para a sua realização.

Ao se colocar em atividade, pensar e colocar em prática ações estratégicas, certamente você terá bons resultados. Se colocar em movimento é outra peça chave para garantia de seu sucesso. E não desanime caso demore um pouco no começo, continue tentando com afinco até conseguir.

Um passo muito importante que você não pode se esquecer é renovar suas metas sempre que necessário. Pare e avalie se a meta ainda faz sentido para você com o passar do tempo.

Este processo é importante porque com o tempo você pode mudar suas visões e desejos. Muitas vezes quando somos mais novos definimos metas e tarefas que nem sempre serão as responsáveis pelo nosso sucesso e felicidade. Sendo assim, é fundamental que você separe um tempo para rever e atualizar suas metas.

Seguindo essas dicas e conselhos com certeza você terá mais facilidade para definir e alcançar suas metas. Tenha consciência de seu potencial e não meça esforços para poder alcançar suas conquistas!  Desejamos para você boa sorte em todo processo e vida longa ao seu negócio!

Quais As Suas Metas Para Esse Ano? Comenta Aqui Embaixo:

divulgue sua marca em diferentes formas

Dicas de Branding Aplicadas ao Artesanato

 

Trabalhar com artesanato é uma oportunidade de conciliar uma atividade prazerosa com um negócio rentável. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, é possível sim viver de artesanato!

Mas para conseguir viver de artesanato é preciso utilizar algumas estratégias de negócios. A visão estratégica de negócios é algo fundamental para fazer seu artesanato bombar em vendas e reconhecimento!

É muito importante que você tenha consciência e encare a produção artesanal como sua marca e seu negócio. Estamos vivendo em um momento propício para o artesanato, pois as pessoas estão valorizando cada vez mais produtos feitos à mão e personalizados.

Estamos na época do consumo local e consciente, então, mais do que nunca você deve investir e acreditar na produção de suas peças artesanais. E para vendê-las deve contar com tudo que tem direito, marketing digital, divulgação, publicidade e propaganda.

E um dos aspectos fundamentais para fazer seu negócio decolar é a construção do Branding. Você já ouviu falar neste termo? O Branding é um termo da língua inglesa que refere-se à criação e consolidação da sua marca no mercado. Envolve todo o processo de gestão de sua marca.

O Branding é essencial para promover seu artesanato de forma profissional. E no artesanato a marca é a extensão da pessoa. Por este motivo, neste artigo, daremos dicas para você arrasar no Branding de seu artesanato! Confira a seguir!

Primeiros Passos

Para começar a fazer o Branding de seu artesanato você deve ter muita clareza na percepção de seu negócio. É importante saber quais são suas metas, objetivos e quais pessoas você deseja atingir, ou seja, defina quais serão as pessoas do seu público-alvo.

Tenha a definição do conceito de Branding bem claro na sua mente. É a construção da identidade da sua marca e dos seus produtos. Vai além da criação e utilização do logotipo, embalagens e produtos gráficos.

Tenha em mente que para fazer um bom Branding você deve considerar os lado imaterial de sua marca. No artesanato este fato é ainda mais fundamental, uma vez que a imagem de sua marca está diretamente relacionada com a imagem pessoal que você transmite.

Carinho nas Relações

Um aspecto do lado imaterial do Branding que tem bastante peso é a sua dedicação e carinho na forma de trabalhar e lidar com as pessoas.

O cuidado com a forma como você se relaciona com seus clientes e parceiros é fundamental para alavancar sua marca. Este aspecto pode ser o grande responsável pelo seu sucesso. Portanto, vale muito a pena se dedicar.

Faça as embalagens com bastante carinho. O seu capricho pode ser percebido até na forma como você expõe suas peças. Esteja consciente de que fazer seu trabalho com zelo e amor gera ótimos resultados.

Além disso, considere compartilhar sua história e criar uma relação afetiva, compartilhando seus valores e sonhos para a sua marca de artesanato. Portanto, tenha uma preocupação com o seu discurso e comunicação.

Criatividade e Identidade

Outro passo que precisa ser tomado logo no início é pensar de forma original e criativa. Para criar uma bom nome para sua marca ele deve ser atraente, fácil de memorizar e fácil de escrever.

Uma vez criado o nome você precisa registrar a marca para garantir que ela será sua. O registro é feito no INPI que é o Instituto Nacional de Propriedade Industrial do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Na sequência você deve criar com clareza sua identidade visual e verbal. Aplique o conhecimento da psicologia das cores e defina qual será a imagem aplicada nos materiais impressos e digitais.

Este passo contempla a criação do seu logo e das imagens que estarão presentes em seus materiais gráficos e digitais. Também é importante que sejam pensados de forma criativa e agradável esteticamente.

A identidade da sua marca precisa ter força, precisa ser marcante para se fixar na memória das pessoas. Dessa forma, não deixe de investir tempo, e se preciso, dinheiro, para a concepção de sua identidade visual.

Comportamento Ético

Uma parte que não pode ser negligenciada é o entrelaçamento entre sua imagem e sua marca. Então, é fundamental que você tenha cuidado na forma como se expressa e na maneira como se comporta.

Procure ter um comportamento bastante ético para que você possa representar sua marca com excelência. Não fale mal dos clientes nem de seus concorrentes. É importante que você trate a todos com respeito para não manchar e prejudicar seu Branding.

Manutenção

Após criar sua marca e divulgá-la é importante que você não se acomode e continue movimentando seu negócio. Tenha em mente que a gestão de sua marca deve ser feita em todos os dias e a todo momento.

Sendo assim, dê continuidade ao processo para conseguir conquistar seus objetivos. Mantenha seu discurso, ética e carinho. Continue se dedicando e mantenha o nível de qualidade em todos os aspectos da sua marca. Isto é colocar o Branding para artesanato em ação!

 

Você Acha Que Isso É Importante Pro Seu Artesanato? Comenta Aqui Embaixo:

 

osso artesanal para caes

6 Ideias de Acessórios Artesanais Para Cachorro

 

Muitas pessoas consideram o cachorro o melhor amigo do homem, e não é para menos. Ele é um animal muito leal e alegra a vida das pessoas. Quando amamos um animal de estimação é comum queremos presenteá-los e, consequentemente, presentearmos a nós mesmos uma vez que ao vê-los felizes e confortáveis, ficamos ainda mais alegres!

Está ficando cada vez mais popular ter um Pet e o cachorro sempre foi uma das primeiras escolhas para quem deseja ter um animal de estimação. Isto acontece porque eles são muito fofos e bastante fiéis, amigos que duram para a vida toda, pelo menos em nossa memória.

Existem muitas opções de raças e até mesmo os famosos vira-latas são ótimas opções para todo mundo que tem vontade de ter um amigo de quatro patas. E eles ficam ainda mais lindos quando estão usando acessórios feitos por você!

Sendo assim, os cachorros por serem tão queridos não poderiam escapar das peças artesanais feitas com muito carinho para eles. Há muitas opções para presentear seu cachorrinho com acessórios artesanais.

Você pode criar acessórios para colocar no seu cachorrinho ou cadelinha. Também pode criar acessórios artesanais que sirvam para ele brincar ou ficar mais confortável. Todas as alternativas são ótimas para você escapar dos preços altos das lojas de Pets.

Neste artigo vamos conferir algumas ideias para você deixar seu amigo canino bem feliz. Apresentaremos ideias de acessórios artesanais para seu cachorro brincar e ficar mais fofinho. Não deixe de conferir as ideias e produzir seu acessório para cachorro artesanal!

Coleira Estilosa para caes

Coleira estilosa

A primeira ideia que daremos é uma coleira bem simples de fazer e super estilosa! Você precisará de:

  • Camisa com gola
  • Linha para costura
  • Agulha para costura
  • Tesoura

O primeiro passo é cortar com cuidado a gola da camisa. Na sequência verifique se fica do tamanho necessário para ficar no pescoço do cachorrinho. Caso esteja na medida correta, você já finalizou, caso esteja muito larga, basta ajustá-la com a agulha e a linha para costura! Pronto, seu cachorro ficará lindo com a coleira cheia de personalidade!

 

Almofada de feltro

Um material que é ótimo para ser utilizado em artesanato é o feltro. É um material super versátil e bonito, funciona muito bem para criar a almofada para seu cãozinho. Para fazê-la você precisará dos seguintes materiais:

  • Fibra de poliéster para enchimento
  • Feltro estampado ou colorido
  • Tesoura
  • Linha para costura
  • Agulha para costura

Primeiro você precisará dobrar o feltro no meio dando forma para a almofada. Na sequência, preencha o interior do feltro com a fibra de poliéster para enchimento.

Em seguida, costure os lados e a parte da ponta que ficaram abertos. Dessa forma, você criará a almofada! Este acessório é ótimo e super confortável para o cachorrinho!

Cama de Moletom para pets

Cama feita com moletom

Outra ideia muito legal para deixar seu cãozinho confortávelé fazer uma cama com moletom. Confira os materiais necessários:

  • Moletom grande
  • Fibra de poliéster para enchimento
  • Tesoura
  • Linha para costura
  • Agulha para costura

O primeiro passo é pegar o moletom e preenchê-lo com a fibra de poliéster. Em seguida, costure as pontas que ficaram abertas e arrume o moletom como uma cama. A dica principal é preencher as partes das mangas do moletom para que elas virem as bordas da caminha de cachorro!

Osso de EVA

Osso de EVA

Você pode fazer um lindo osso com EVA. Ele é um material atóxico, e isto é ótimo porque não causará nenhum mal nem para você nem para seu cachorro! Você precisará de:

  • EVA
  • Tesoura
  • Cola instantânea

Comece cortando o EVA em formato de osso. Corte um EVA em formato maior e outro em formato menor. Cole o osso menor em cima do osso menor. Pronto, o ossinho de EVA está finalizado e seu cachorrinho vai adorar brincar com ele!

Gravata para cachorro

Gravata de EVA

Como falamos anteriormente o EVA é um ótimo material devido ao fato de ser atóxico. Então, confira os materiais necessários para fazer uma linda gravata de EVA:

  • EVA
  • Coleira
  • Cola instantânea
  • Tesoura

Recorte o EVA fazendo um desenho de gravata com a tesoura. Cole a gravata no centro da coleira. É uma ideia super simples que deixará seu cachorrinho lindo e elegante!

Lacinho para animais de estimacao

Lacinho com fita de cetim e renda

Se você tem uma cadelinha e quer deixá-la super fofa, esta ideia é para você! É um processo bastante simples e que gera um resultado muito bonito. Veja os materiais necessários para criar o lacinho com fita de cetim e renda:

  • Fita de cetim da cor de sua preferência
  • Pedaço de renda
  • Tesoura

Corte a fita de cetim e a renda do tamanho que for mais confortável para amarrar o lacinho na sua cadelinha. Na sequência, entrelace a fita de cetim nos buracos da renda de forma que ela fique reta. E pronto, basta amarrar o lacinho na sua cadela! Ela ficará incrível!

Você Tem um Amigo de 4 Patas? Escreve o Nome dele Aqui Embaixo 🙂

 

Fonte das fotos:

  1. https://cheerfultimesblog.com/2015/03/15/crafts-diy-dog-dress-shirt-collar/
  2. https://www.hgtv.com/design/make-and-celebrate/handmade/how-to-make-a-wool-felt-appliqueacuted-pillow-cover
  3. https://www.handimania.com/diy/sweatshirt-pet-bed.html
  4. https://www.pillarboxblue.com/handmade-dog-toys/
  5. https://americanlifestylemag.com/create/upcycle/update-your-old-clothes-for-your-pet/
  6. https://artesanatonarede.com.br/gravatas-e-lacos-para-pet/
como ser professor de artesanato

Primeiros Passos Para Dar Aula De Artesanato

 

Se você produz peças artesanais, provavelmente já cogitou em algum momento dar aula de artesanato. Não é mesmo? É comum quem trabalha com artesanato pensar em dar aula, pois a demanda é muito alta. Dar aula de artesanato é uma atividade muito prazerosa e lucrativa, faz valer cada esforço.

Mas por onde começar? É necessário ter em mente que trabalhar com atividades educativas sempre exige bastante do professor. Antes de começar você precisa identificar se tem todas as habilidades que são importantes para conseguir dar aulas.

São muitos os passos que precisam ser dados e nem sempre o retorno vem de forma rápida. No entanto, dar aula e ter contato com os alunos é algo muito recompensador. Estar em contato com as pessoas interessadas em artesanato propiciarão para você muitas coisas boas. Existe uma troca infinita de repertórios e conhecimentos teóricos e técnicos.

Então, vamos conferir quais são os primeiros passos para dar aula de artesanato? Neste artigo daremos dicas para que você consiga entrar na área educativa, dando aulas maravilhosas que deixarão seus alunos super contentes e satisfeitos.

Por Onde Começar?

Para começar a dar aulas a primeira coisa que você precisa ter é a certeza de que conhece bastante as técnicas que ensinará. O ideal é que você faça aulas com as técnicas e conhecimento que domina bem, para não passar por problemas.

Procure perceber se você tem as habilidades específicas para explicar para as pessoas como fazer cada peça que pretende ensinar. É fundamental que você já tenha na sua cabeça o passo-a-passo de cada produto para conseguir ensinar seus alunos a produzirem.

Também é importante que você tenha muita paciência e saiba lidar bem com suas emoções. Muitas vezes os professores precisam ter bastante jogo de cintura diante das situações e reações dos alunos em sala de aula. Portanto, se você for uma pessoa muito passional e explosiva, pode enfrentar situações constrangedoras e prejudicar sua imagem.

Dessa forma, para começar, faça um processo de análise de seu conhecimento e comportamento. Assim, você conseguirá começar confiante que tem tudo o que precisa para dar aulas de artesanato.

Prepare os Materiais Prévios

Mesmo que você já esteja bastante confiante é sempre bom revisitar as técnicas e conhecimentos teóricos para a aprendizagem de artesanato. Faça pesquisas na internet, revisite livros e apostilas sobre o assunto. (Veja aqui alguns materiais para aprender mais sobre artesanato)

Veja os materiais que já produziu e busque suas anotações, tente absorver o máximo de conteúdo possível para que possa organizar e planejar suas aulas. Além disso, pode ser muito bacana ler sobre aulas didáticas e conteúdos pedagógicos.

Depois de revisitar seus conhecimentos e alimentar sua mente com outros conteúdos adicionais, é o momento de começar a preparar e estruturar como funcionarão suas aulas. Se quiser recorrer à materiais impressos para ajudarem em suas aulas, separe-os previamente e deixe-os organizados.

Caso resolva trabalhar com apostilas, comece a prepará-las e deixe-as organizadas também. Você pode definir quais serão os conteúdos dados em suas aulas e organizar cada apostila e material deixando-os separados de acordo com o tema das aulas.

Organize as Aulas

Com os temas e materiais em mãos, comece a traçar o planejamento e organização das suas aulas. Você pode começar a organizar pelo calendário de aulas, primeiro é necessário definir quantas aulas você deseja aplicar. O ideal é que consiga definir em quais dias e horários acontecerão as aulas. Quantos meses ou dias dará no total e a carga horária final.

Pense em todos os conteúdos que você selecionou para suas aulas e faça um cronograma de acordo com cada dia e tema. É muito importante ter este planejamento bem definido para que você possa se preparar para cada aula e passar para os seus alunos o cronograma no primeiro dia de aula.

Defina o Local da Aula

Um passo fundamental é definir em qual local você realizará suas aulas. Elas podem acontecer em algum espaço alugado ou reservado para você. Podem acontecer também dentro de Centros Culturais, Museus e Espaços Públicos que tenham uma área reservada para este tipo de atividade.

É importante saber que contar com estruturas prontas para dar aulas contribui bastante, pois nesses locais você encontrará o espaço necessário para as aulas serem confortáveis. Mesas, cadeiras, lousas, projetores, são algumas das facilidades encontradas em lugares propícios para as atividades educativas.

Caso você queira dar suas aulas na sua casa ou em seu ateliê lembre-se de listar cada material que precisará para que as aulas aconteçam. Não deixe faltar nada e preocupe-se com o conforto dos seus alunos, pois ninguém consegue apreciar uma boa aula em um espaço desconfortável. Preocupe-se também com a limpeza do espaço, pois a sujeira e mau odor podem atrapalhar bastante suas aulas.

Comece a Divulgar

Depois de cumprir com os passos que informamos anteriormente, você já está apto para começar o processo de divulgação das suas aulas de artesanato. Divulgue para as pessoas do seu círculo social e peça que ajudem você a conseguir alunos interessados.

Convide todas as pessoas que você considerar importante. Além disso, você pode contar com outros meios de divulgação, como fazer propaganda nas redes sociais ou mandar newsletter para lista de contatos, convidando os futuros alunos para participarem de seu curso, workshop e afins.

Após concluir o processo de divulgação, é só esperar as pessoas interessadas entrarem em contato para inscreverem-se. Depois de receber as inscrições é a hora de começar a dar suas aulas que serão maravilhosas!

 

Você Já Deu ou Pensa em Dar Aulas de Artesanato? Comenta Aqui Embaixo:

dia da mamãe

5 Lindos Cartões Para Dia Das Mães

 

 

O Dia das Mães é uma das datas comemorativas mais especiais do ano. Sabemos que o dia das mães é todo dia. Porém, é justamente no segundo domingo de maio que reservamos a data para expressar todo o nosso amor por aquela que nos deu a vida.

Na maioria das vezes não conseguimos dizer verbalmente o que sentimos. E é aí que os cartões entram. Apesar de ser um dos meios mais antigos de expressão de sentimentos, ainda hoje é muito utilizado. Neste artigo mostraremos 5 ideias de cartões para o Dia das Mães que são bem fáceis de se fazer. Confira só!

1. Buquê De Flores Com Botão

Quer presentear a sua mãe com um lindo cartão cheio de originalidade e criatividade gastando bem pouco? Então, o cartão Buquê de flores com botão é o tipo certo para você. Você só vai precisar de uma garrafa pet, tinta colorida, papel, botões e cola.

O cartão buquê de flores é bem prático de se fazer. Primeiramente você deve pegar uma folha de papel branco. Neste caso, a cartolina seria a mais indicada, visto a sua resistência. Após, com a tinta na cor de sua preferência pinte o fundo da garrafa pet e imediatamente pressione sobre a folha. Logo irá formar uma flor.

cartao dia das maes de papel

Para formar o miolo da flor, basta que pegue o botão e cole no centro dela. Após recorte a flor em volta e cole em um cartão de sua preferência. E pronto! Seu cartão já está decorado e personalizado!

cartao para dias das maes completo

2. Cartão Flores De Bolas

Huuummm… Já sei! Ficou sem tempo para preparar algo mais elaborado para sua querida mãe e agora está aí sem saber o que fazer. Acertei?! Mas não se preocupe! Até para os dias mais corridos temos uma ideia incrível para você preparar um lindo cartão de última hora e cheio de originalidade.

Para este cartão você só vai precisar de cartolinas coloridas, tesoura e cola. Isso mesmo! Só três materiais. Confira só como é prático, simples e super rápido.

Depois que escolher as cartolinas de várias cores, pegue a tesoura e recorte as cartolinas em círculos. Como se fosse uma bola. Corte cada figura de um tamanho para ficar com mais “pétalas” e cole cada uma, da maior para menor.

recorte flor de papel

Para fazer o caule da flor, corte um retângulo da cartolina em tamanho de 10 cm de altura com 6 cm de largura e dobre como na imagem abaixo.

passo 2 do cartao

Após, cole a flor na parte superior do caule. Repita o mesmo procedimento com as outras flores e una os caules. Para colar você pode usar tanto a cola comum, durex ou grampeador.

cartao flor

Para fazer a base do cartão, corte um quadrado no tamanho que preferir e um outro menor para dar suporte as flores. Cole o menor no maior e escreva tudo aquilo que você não consegue expressar verbalmente.

cartao dia das maes de mesa feito com papel

3. Cartão Mãos de Coração

Este é sem dúvidas o mais prático de todos. Você vai precisar de apenas cartolina na cor de sua preferência e tesoura. Para fazer basta que dobre a folha ao meio e desenhe sua mão em uma das partes, com os dedos polegares e indicadores direcionados para a linha da dobra. Recorte todo o desenho de sua mão preservando os dedos indicadores e polegares, como mostra a imagem abaixo.

cartao maos em formato de coração

Depois do corte, desdobre a folha e terás um coração na forma de sua mão.

4. Cartão Mãos Com Poema

Essa é uma outra forma bem fofa de usar suas mãos na produção de um lindo cartão para o dia das mães. Aqui você deve pegar uma folha de papel em branco e “sujar” suas mãos com tinta na cor que você achar melhor. Logo assim que colocar a tinta nas mãos, deposite-as sobre o papel. Coloque uma mão de cada vez para formar uma espécie de coração.

Espere secar por um momento para evitar de borrar. Após escreva em volta do coração alguma frase que possa tocar o coração de sua mãe. Algumas pessoas escrevem: “Mesmo dez dedos não podem contar o quanto eu te amo do fundo do meu coração” Aqui você pode usar e abusar de sua criatividade com as palavras. Só tente ser breve para não desfigurar o desenho.

cartao feito com carimbo usando as mãos

5. Cartão Flores De Mãos

O cartão flores de mãos também é bem simples de se fazer. Você pode comprar a base de um cartão comum ou elaborar um com cartolina do seu próprio jeito.

Da mesma forma que os outros cartões de mãos, passe tinta sobre as suas mãos e as coloque sobre a capa do seu cartão. Capa esta que deverá ser neutra, sem nenhum detalhe. Para fazer o caule e as folhas você pode usar o hidrocor verde e desenha-los como de costume. Se preferir, você pode colocar algum acessório no centro do desenho. Ou seja, na palma da mão.

cartão com desenho de flor feita com as mãos para dar a mamãe

Agora já não precisa dar mais desculpas para sempre dar o mesmo cartão para sua mãe todos os anos. Como você pode observar todos eles são fáceis de fazer, não precisa gastar muito dinheiro e nem tampouco ocupar demais o seu tempo. Basta que você use sua criatividade e brinque com as cores (para deixar seu cartão mais bonito clique aqui e dê uma olhadinha nesse artigo sobre combinação de cores).

 

Qual a ideia você mais gostou? Comenta aqui embaixo:

 

Fonte Imagens:

  1. www.pxhere.com
  2. www.gluedtomycrafts.glogspor.com
  3. www.krokotak.com
Aprenda como divulgar suas peças e alcançar mais mercado

Marketing para Artesanato: Como Escolher um Nicho de Atuação

 

Fazer artesanato é uma atividade muito terapêutica e gratificante, mas também é a profissão do artesão. Quando o artesanato é sua fonte de renda você precisa pensar em todos os aspectos profissionais para possibilitar mais vendas.

Um dos aspectos profissionais mais importantes quando você trabalha com artesanato é a escolha de um nicho de atuação. Você já ouviu falar sobre nicho de atuação?

Nicho de atuação é uma escolha que o artesão tem que fazer entre todas suas habilidades manuais e artes que produz. Toda arte tem seus segmentos e escolher o nicho de atuação nada mais é do que centralizar suas produções dentro de um segmento.

Nem sempre é fácil fazer esta escolha, uma vez que seguindo a criatividade e seu lado instintivo você pode querer produzir de tudo um pouco. Porém, é uma escolha necessária para que seja possível alcançar o sucesso em seu empreendimento.

Neste artigo explicaremos detalhadamente o que é nicho de atuação e daremos dicas para facilitar sua escolha de nicho dentro do universo do artesanato.

O Que é Nicho de Atuação no Artesanato?

Estamos em uma época quase 100% digital, com o avanço das novas tecnologias, qualquer pessoa que queira expandir seus negócios precisa atentar-se e adaptar-se aos novos tempos.

Mesmo no mundo do artesanato é necessário esta adaptação. Apesar do artesanato ser uma prática manual tradicional, se você quiser obter sucesso precisa contar com a ajuda da internet e dos novos meios de marketing.

Dessa forma, se você tem uma loja online ou disponibiliza seus produtos para a venda em algum marketplace, suas chances de vendê-los aumenta bastante. Mas para fazer sua marca ficar gravada na mente dos clientes, você deve oferecer alguma especificidade.

Para oferecer esta especificidade e ser conhecido como a melhor escolha na técnica em que você utiliza, é importante que seus produtos sejam encontrados com facilidade pelos mecanismos de busca. Mecanismos de busca como o Google, por exemplo.

Então, para aumentar suas chances do seu artesanato aparecer nas primeiras posições do Google, você precisa demonstrar foco e especialidade em determinada técnica. Assim, fica mais fácil que seu produto seja considerado de qualidade e exclusivo.

O nicho de atuação contribui para que você, ao focar plenamente em uma modalidade de produto, invista toda a energia necessária para melhorar sua técnica. Dentro de um único segmento é possível evoluir a ponto de atingir a perfeição em determinada técnica e seus clientes notaram essa excelência.

Seu produto executado com muita qualidade será seu diferencial de concorrência e ter este diferencial é fundamental para destacar-se em meio à tantas opções de produtos feitos por outros artesãos. Então, se você se dedicar integralmente a um segmento, ou nicho de atuação, terá vantagens neste mundo competitivo.

Muitos artesãos podem pensar que ao escolher um nicho as vendas diminuirão. Porém, aumentar o número de variedades de seus produtos de diferentes segmentos não garante que a pessoa interessada em comprar chegue até eles. Portanto, ao focar em um nicho de atuação, você aumenta a possibilidade do cliente chegar até sua loja ou produtos.

Por este motivo, é importante que você tenha em mente que a prioridade é levar os clientes até sua loja ou produtos.

Como Escolher seu Nicho de Atuação no Artesanato?

O primeiro passo para você fazer uma boa escolha de nicho de atuação é você identificar quais são suas técnicas preferidas e em quais itens e produtos você prefere especializar-se. É importante que você escolha algo que você ama produzir, pois assim, todo trabalho ficará mais fácil.

O passo seguinte é analisar se você domina o suficiente as técnicas e habilidades necessárias para a realização dos produtos. Afinal, escolher algo que você ama fazer é importante, mas você precisa conseguir fazer com excelência e qualidade para conquistar os clientes.

Após definir suas técnicas preferidas e ter certeza se você possui tudo o que é necessário para realizá-las, você pode partir para a análise do mercado. Certifique-se de escolher produtos de um nicho rentável e de venda rápida. Lembre-se que suas escolhas podem te trazer um ótimo retorno financeiro.

É importante que você saiba que ao escolher um nicho de atuação você ganha muitas vantagens. A primeira delas é não ficar com estoque encalhado dificultando sua geração de renda. Ao escolher uma técnica específica seu estoque será somente o suficiente para vendê-los para seu nicho.

Outra vantagem é que ao dedicar-se para um segmento, pensando em um nicho de atuação específico, você aumentará as possibilidades de tornar-se referência naquele segmento. Sendo assim, conseguirá investir menos dinheiro, pois já garantirá a venda de seus produtos.

Você também economizará dinheiro, afinal, precisará de menos materiais. Além do ganho em dinheiro, ao focar em seu nicho, você ganhará tempo. Isso mesmo, pois produzirá mais em menos tempo! Portanto, analise suas opções e não deixe de escolher seu nicho de atuação.

Qual o nicho você esta pensando em atuar? Comenta aqui embaixo:

Programando aulas de artesanato interessantes em atelie

Como Planejar Aulas de Artesanato Diferenciadas

 

Se você possui habilidades artísticas e faz lindos trabalhos manuais, provavelmente já considerou além de compartilhar suas artes com o mundo, dar aulas de artesanato.

Fazer artesanato é uma atividade terapêutica que serve não só para decorar sua casa. Esta atividade pode virar uma ótima fonte de lucro.

Além disso, a sensação de compartilhar técnicas, ideias e conhecimento é muito boa. Ver as pessoas felizes aprendendo e contribuindo para o mundo do artesanato é ainda melhor.

Você pode não ter começado ainda a dar aulas, ou pode já estar há algum tempo trabalhando com aulas de artesanato, mas saiba que é essencial sempre absorver mais conhecimento e renovar suas aulas.

Desta forma, vale a pena aprender com a gente sobre como planejar aulas de artesanato diferenciadas. Confira!

Aumente Seu Repertório

Procure sempre aumentar seu conhecimento e repertório. Para quem trabalha dando aula é fundamental ler bastante e ampliar o leque de referências.

Tente ler matérias, livros, ver vídeos e conversar com outras pessoas do universo do artesanato. Até mesmo conversas com seus alunos pode servir como inspiração para adquirir novas referências. (Veja aqui um livro indicado se aperfeiçoar no artesanato)

Conhecimento Teórico e Aulas de Artesanato Práticas

É importante planejar suas aulas de forma equilibrada para não serem cansativas. Equilibre doses de conhecimento teórico com as aulas práticas.

Você pode dividir a aula em duas partes. Uma voltada para a parte prática e a outra para o conteúdo teórico.

Caso não tenha muito conteúdo teórico para passar. Reserve o tempo para tirar dúvidas ou conversar com seus alunos sobre questões referentes ao artesanato.

Atualize-se

É importante acompanhar as novas tendências e atualizar-se. Tente inserir novas técnicas às suas aulas. Caso tenha algum material que está em evidência, adicione ele nas suas aulas práticas.

Converse com outras pessoas ou procure na internet para saber o que está bombando em relação ao artesanato. Conhecendo o que as pessoas querem aprender você pode oferecer ótimas aulas.

Materiais Adicionais

Para dar uma aula sobre alguma técnica específica você precisa saber quais materiais serão necessários, certo? Mas sua aula não deve contar apenas com estes materiais.

É interessante levar outros materiais para turbinar suas aulas. Livros para os alunos folhearem, vídeos que complementam suas aulas e apostilas adicionais, são alternativas que auxiliam bastante para sua aulas de artesanato diferenciadas.

Aulas Fora Da Caixa

Você já ouviu o termo pensar fora da caixa? É um termo essencial para quem trabalha com processos criativos, arte e educação. Mas dentro deste contexto você pode pensar em colocar em prática a expressão aulas fora da caixa.

O que são aulas fora da caixa? São aulas criativas que podem acontecer fora da sala de aula. Podem ser desde aulas pensadas para acontecer em outras áreas de convivência, até mesmo aulas realizadas em espaços artísticos como museus, oficinas e centros culturais.

Convide Pessoas

Um bom método para quebrar a rotina das aulas e deixar seus alunos bastante empolgados é convidar pessoas para abordar certos temas.

Pode ser algum artista especialista em determinada técnica para dar uma parte da aula ou a aula inteira. Ou até mesmo, alguém convidado para dar uma parte teórica ou apresentar algum trabalho.

São inúmeras possibilidades e vale a pena incluir alguma em seu planejamento para suas aulas de artesanato diferenciadas.

Inove

Se você tiver bastante conhecimento na área de artesanato pode inventar seus próprios objetos artesanais e técnicas. Ao adicioná-los suas aulas ficarão muito mais interessantes.

Seus alunos ficarão orgulhosos ao terem contato em primeira mão com algo criado por você. Ao dividir com os seus alunos suas criações você provavelmente deixará todos inspirados e satisfeitos.

Portanto, não tenha vergonha em apresentar ideias, materiais e técnicas inventadas por você.

Criem Juntos

Além de apresentar novas técnicas, materiais e ideias suas, aprenda a criar junto com seus alunos. Separe algumas aulas ou parte das aulas para vocês criarem novos artesanatos.

Disponibilize os materiais ou peça para os alunos levarem. Deixe que eles explorem os materiais de forma criativa até que surjam novos artesanatos. Este momento será muito importante para a constituição do grupo de artesanato e com certeza todos aprovarão a experiência.

Objetos Para Casa Feitos Com Artesanato

Não há dúvidas que todos os cômodos da casa podem ficar mais bonitos e personalizados decorando-os com artesanato. Não é mesmo?

Então, contemple no seu planejamento aulas de objetos artesanais decorativos para casas. Estes objetos costumam ser muito populares, então incluí-los em suas aulas pode ser bastante importante.

Aulas Com Materiais Do Cotidiano

Outra opção muito popular e que ajuda no planejamento das suas aulas de artesanato é colocar matérias primas que estão presentes no cotidiano. Por exemplo, embalagens de produtos, garrafas e caixas.

Lembre-se sempre que aulas de artesanato diferenciadas nem sempre precisam rejeitar a inclusão de aulas comuns ou populares. Afinal, você pode tornar uma aula popular em uma aula bastante única e personalizada. Portanto, mãos à obra e siga com criatividade!

Qual das dicas você mais gostou? Escreve aqui embaixo:

Atividades de Artes para Educação Infantil

 

 

Atividades de artes para educação infantil, é uma maneira de conseguir ensinar as crianças, dentro de um estilo de aprendizagem, mesmo que não haja a aplicação objetiva na área da ensino. Como assim?

Nem os professores, nem os próprios pais, não desejam que através de uma atividade de arte, as crianças se tornam artistas futuramente, pois as aulas de arte são completamente livres. Sempre dando possibilidades para as crianças, porém, é legal seguir algum tipo de cronograma, fazendo com que as aulas sejam realmente bem aproveitadas, e fazendo com que os pequenos possam aprender algo de valioso com as mesmas.

Uma boa maneira de fazer com que as aulas não fiquem vagas, é efetuar visitas em praças, cinemas, teatros e museus locais com as crianças. E como em alguns casos, ocorre de que alguns locais as aulas se tornem precárias, limitando a aprendizagem das crianças, vamos dar hoje dicas de atividades de artes para educação infantil, visando no desenvolvimento das atividades dentro da própria sala de aula.

As atividades de arte para educação infantil, possuem foco no objetivo de ajudar no desenvolvimento da coordenação motora das crianças, o aprendizado das cores, como e quando elas podem ser utilizadas devidamente e etc.

Entenda a importância das atividades de artes para educação infantil

Logo nos primeiros anos de vida, de uma criança, que são os momentos de maiores descobertas e também de criatividade dos pequenos. E por esse motivo que as atividades de artes para educação infantil, são essências para ajudar no desenvolvimento dessas questões.

As crianças desejam colorir seu próprio universo, como os mesmos conseguem enxergar, mostrando preferências de desenhos e cores, quando os mesmos não podem ainda dizer em palavras.

Diversos pedagogos afirmam, que as atividades artísticas em sala de aula, como tarefas lúdicas, como também incentivando a utilização de brinquedos por seus educadores, estimulando o maior aprendizado dos mesmos.

As atividades de artes para educação infantil, precisam ser ao mesmo tempo divertidas e atrativas, utilizando elementos que façam parte do dia a dia das crianças, potencializando o aprendizado, por isso que é tão importante a utilização de alguns brinquedos.

arte na educação infantil

Atividades de artes para educação infantil – utilizando tinta guache

Um dos materiais mais uteis para se trabalhar em atividades de artes para educação infantil, é a tinta guache. Pois, como as crianças ainda não dominam muito bem sua coordenação motora, atividades que utilizam os dedos no momento da pintura, conseguem tornar suas artes mais reais e claro, fazendo as crianças de divertirem muito mais.

Existem versões de pintura com dedos, como também pinturas que utilizam pincéis, tudo vai depender de como você deseja trabalhar e também da didática de cada professor.

O grande segredo, é trabalhar com ambas opções, observando com qual delas as crianças vão se dar melhor.

– Painel de mãos

Logo nos primeiros anos de vida das crianças, elas são fascinadas pelas formas humanas, e o primeiro contato são com as mãos. Pintura de mãos, criando um mural, é uma maneira inteligente de criar uma atividade em sala de aula, não necessitando de muito material.

Pegue algumas cartolinas, vasilhas de tintas e você poderá fazer com que as criança cheguem até o mural, uma por vez, colocando suas mãozinhas na tinta e fixando suas mãos, colocando o nome das mesmas abaixo.

Pode também utilizar folhas de papel, e deixando os pequenos levarem suas mãos pintadas para sua casa.

– Pintura livre

Nessa atividade de artes para educação infantil, não será necessário mais do que folhas de papel e tintas em copinhos. Já pensando no quesito sujeira, pense em aventais, pedindo para os pais enviarem o mesmo ou então uma camiseta velha para a atividade.

Mesmo que a tinta guache saia facilmente com água e sabão, alguns pais podem não gostar de ver seus pequenos completamente cheios de tinta.

As crianças devem ser convidadas a desenharem, o que elas bem entenderem, deixando utilizar sua fértil imaginação em folhas de papel em branco.

Mas faça com que as crianças desenhem somente um desenho por vez. Uma boa dica é indicando ao menos a temática dos desenhos, como brinquedos, praia, família, escola ou brinquedos.

Assim as crianças vão poder sua própria visão sobre o tema escolhido, e devem ser estimuladas a isso. Faça elogios, mesmo que as imagens não sejam fiéis ao tema. Os elogios são uma excelente maneira de incentivas as crianças em atividades artísticas.

Esses são alguns exemplos de atividades de artes para educação infantil que você pode praticar com os pequenos, estimulando a criatividade, desenvolvimento e a curiosidade de seus alunos.

Que tipo de atividade artistica você costumava amar fazer na infância? Responde aqui embaixo:

 

 

 

Fonte imagens

www.pixabay.com

dicas para começar no artesanato

Dicas importantes para iniciantes no artesanato

 

 

Os trabalhos como artesão, podem lhe trazer inúmeros benefícios, como o aumento de sua renda mensal, através da venda de suas próprias peças, mudando a decoração de sua própria casa ou decorando festas, para relaxar ou mesmo se distrair.

Porém, todo o começo, costuma não ser algo tão simples, inclusive uma das maiores dúvidas de pessoas que começam no artesanato, é como se pode realmente começar.

Com tantas técnicas e diferentes materiais, artesãos iniciantes acabam ficando confusos na fase inicial de seus projetos.

Pensando em você, que está iniciando no artesanato, preparamos dicas importantes para iniciantes no artesanato, auxiliando esse começo que parece um tanto quanto árduo, mas pode ser mais fácil do que você imagina.

Confira as dicas para iniciantes no artesanato e acabe de uma vez com suas maiores dúvidas.

Inicie sem maiores pretensões

Caso você não tenha ainda, muita experiência com os trabalhos manuais, a primeira dica é começar aos poucos. Primeiramente, você deve aprender as técnicas mais simples, com métodos fáceis de execução, lembrando que os menores projetos, são mais fáceis de serem cumpridos.

Para conseguir a sonhada satisfação de concluir uma tarefa, a prática vai ajudar você a criar maior experiência, e assim, tentar posteriormente novas e diferentes técnicas.

Partir para artesanatos mais complexos, é o problema que muitos enfrentam ao querer começar com dificuldades maiores, e provavelmente não conseguir o resultado esperado, o que gera sempre, frustração.

Os primeiros desafios vão precisar ser viáveis, e principalmente, alcançáveis.

O artesão iniciante, precisa levar em consideração seus talentos e habilidades existentes. Por exemplo, se você possui conhecimento sobre costura, a dica é iniciar com artesanatos em patchwork, em feltro ou encadernação artesanal.

Sendo possível a realização de tecidos para móbiles, bonecos, chaveiros, colchas, mantas, almofadas e diferentes itens.

Porém, se a sua intenção é se arriscar no ramo da pintura de diferentes objetos, certamente você terá maiores chances de sucesso, pois poderá iniciar com coberturas lisas, onde não exista diferentes detalhes.

Você precisa iniciar, primeiramente, trocando as cores de itens, treinando assim suas habilidades com o pincel. Depois de já ter certa experiência, será o momento de inovar em diferentes técnicas, como craquelado ou pátina.

Você deve levar também, além do nível de dificuldade, o tempo que você terá de utilizar para terminar suas peças. Dê preferência para itens mais rápidos de serem produzidos, para conseguir maior dinamismo na fase inicial, não correndo o risco de não ter paciência para terminar suas peças.

Projetos mais complexos, onde possam ter semanas de duração de conclusão, são fontes de frustrações, no lugar de onde você deveria contar com inventivos.
Entenda, ao demorar para ver resultados, você pode acabar perdendo o foco e o ânimo.

Foque na reciclagem

reciclando latas

Uma ótima sugestão, para artesãos que estão iniciando, é optar por trabalhos que você tem em sua casa e começar utilizando a reciclagem. Por exemplo, caixas de leite, garrafas pet, plásticos em geral, filtros de café e etc., essas matérias-primas, além de econômicas, vão ajudar você a não errar e acabar desperdiçando materiais novos.
E não devemos pensar somente na vantagem financeira e em como esses materiais são sustentáveis, é muito mais tranquilo conseguir transformar coisas que já tem em sua casa, do que começar a fabricar produtos novos.

Existem boas opções de reaproveitamento de objetos, através da pintura, recortes e assim, conseguir dar novas formas e visuais para algo que estava parado ou estaria sendo jogado fora em sua casa.

E é através da reciclagem que você pode treinar suas habilidades manuais, começando dessa maneira, desenvolver maior experiência para outros tipos de projetos em um futuro próximo.

Comece a aprender técnicas de artesanato para iniciantes

Estude, pesquise e sempre esteja atento a diferentes técnicas que poderá aprimorar o seu trabalho como artesão. Existem inúmeras maneiras de poder fazer isso.
Caso tenha alguma pessoa na família, ou mesmo um amigo que seja artesão, você pode pedir a ele mesmo alguns truques e dicas que vão certamente fazer a diferença no seu início.

Outra excelente maneira, é através de tutoriais que você encontra na internet, como canais no Youtube, blogs e sites como o Arte com Papel que ensinam diversos passo a passos, contendo ótimas informações sobre artesanato para iniciantes.

Uma plataforma muito útil, é o Pinterest, onde apresentam milhares de ideias e referências para quem está começando. Comece a seguir perfis que tenham a ver com artesanato, ou algo do gênero “faça você mesmo” e acompanhe o trabalho de excelentes artesãos que poderão passar a você, excelentes dicas.

Fique atento a essas dicas para iniciantes no artesanato, e consiga se tornar um profissional bem-sucedido, onde conseguirá ter seus êxitos, se tornar um profissional feliz e por que não, bem-sucedido?

 

 

Fonte imagens

  1. www.notey.com
  2. www.pxhere.com